DESPORTO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Com sucesso do Mundial, Fifa repensa formato de 2026 para evitar monotonia e controvérsias 15 Dezembro 2022

Após entregar a fase de grupos mais empolgante já vista em um Mundial, com um formato testado e comprovado que mantém centenas de milhões de torcedores encantados, a Fifa agora enfrenta a perspetiva de acabar com tudo.

Com sucesso do Mundial, Fifa repensa formato de 2026 para evitar monotonia e controvérsias

Em vez disso, a organização arrisca realizar uma quinzena cansativa de jogos monótonos, além da possibilidade de controvérsias indesejadas, enquanto tenta acomodar 48 seleções na edição de 2026 na América do Norte.

Isso significa que o órgão regulador do futebol mundial está repensando o formato para o próximo Mundial, já que seus planos originais de ter 16 grupos de três times na primeira fase, com dois de cada avançando para a fase final, agora parecem perigosamente monótonos, além do risco de comportamento antidesportivo.

Da forma que está agora para 2026, quando Canadá, México e Estados Unidos sediarão o Mundial em conjunto, existe o risco de muitos jogos “mortos”, como por exemplo no caso de o último jogo da fase de grupos ocorrer entre as seleções que já venceram na primeira rodada e, portanto, já estariam classificadas.

A Fifa admitiu no início deste ano que estava preocupada com a possibilidade de resultados forjados, onde duas equipes poderiam atuar em busca de um resultado que favorecesse a ambas, o que eliminaria a equipe que não está jogando.

“É uma questão que foi levantada”, disse o vice-presidente da Fifa, Victor Montagliani, em março.

O formato de 2026 tem as 48 equipes reduzidas para 32 após a fase de grupos e, em seguida, o torneio passa a ser eliminatório.

Formatos alternativos estão agora sobre a mesa, com o Conselho da Fifa, o gabinete poderoso de organização, devendo decidir no próximo ano.

O novo formato significará um aumento substancial no número de jogos. A Copa do Mundo de 32 seleções no Catar tem um total de 64, realizados em 29 dias, e, por enquanto, a edição de 2026 será de 80 jogos em 32 dias.

A Fifa também corre o risco de desestabilizar o delicado equilíbrio de entusiasmo que a Copa do Mundo provou no Catar, realizando em vez disso um evento prolongado que perde seu brilho com a diluição da qualidade do entretenimento.

Mais partidas, no entanto, significariam mais dinheiro para os direitos televisivos e, como o Mundial representa cerca de 90% da receita da Fifa, seus líderes ficarão tentados.

A Semana com CNN Brasil

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project