REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Congresso confirma Biden presidente. Democratas com Senado dominam 3 poderes — Trump incitou "inédito assalto à democracia" que resultou em 4 mortes 08 Janeiro 2021

O Congresso dos Estados Unidos confirmou às 3: 41 que o democrata Joe Biden é o 46º presidente, ao fim de uma sessão marcada pelo "inédito assalto à democracia" com a violência que causou quatro mortes durante a invasão do Capitólio. A eleição especial de 6 de janeiro, que deu lugar ao "dia mais tenebroso da democracia" com o assalto ao "Capitólio, coração das instituições", deu também uma há muito esperada vitória no Senado ao Partido Democrata, com a vitória de Jon Ossoff e Raphael Warnock na Geórgia.

O reverendo Raphael Warnock, de 51 anos, ultrapassou a republicana Kelly na corrida ao Senado. Idem para o também democrata Jon Ossoff, 33 anos — o mais jovem do Senado —, que derrotou o republicano David Perdue, de 71 anos, senador nos últimos seis anos.

50-50 com voto de desempate da vice-presidente Kamala Harris: é assim que, ao fim de dez anos, os democratas voltam a dominar o Senado dos Estados Unidos.

A derrota republicana na Geórgia é a mais recente marca do declínio do presidente Trump, que apostou tudo nos dois candidatos agora derrotados. Por eles criou divisões entre os republicanos no Estado tradicionalmente republicano. Por eles exortou no comício de Valdosta um "Estamos a vencer esta eleição [...] ainda vamos vencê-la" — um mês depois do seu 232 face ao 306 de Biden. Foi por eles que voltou a repetir que "houve fraude" e entregou uma moção ao Supremo para anular os resultados da eleição na Geórgia, alegando que havia "dezenas de milhares" de votos "ilegais" documentados ("Estamos a ganhar, vamos vencer esta eleição", diz no 1º comício pós-3 de novembro, 06.dez.020).

Presidente incitou "assalto à democracia"

A condenação veio primeiro do vice-presidente Pence e a seguir do presidente do parlamento McConnell, o que surpreendeu o mundo após quatro anos de "subserviência" dos líderes republicanos.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tinha na manhã de quarta-feira incitado os seus apoiantes num comício na capital, ao voltar a apontar que "houve fraude" na vitória de Joe Biden na eleição de 3 de novembro. Afirmou: "Vamos ao Capitólio para dar força aos republicanos nesta eleição [...] ainda vamos vencê-la".

Trump mesmo após dar na manhã de 5ªfª, 7, a ordem para "a transição em ordem" mantém a teoria do roubo de votos". Mais uma vez, voltou a afirmar que ganhou "mais de 74 milhões de votos", o que, segundo ele, é mais do que suficiente para garantir a vitória.

Reviravolta: Cresceu número de republicanos que reconhecem vitória de Biden

A votação retomada na madrugada de quinta-feira marca a reviravolta na ala republicana. Na útlima sondagem do Washington Post há um mês, 90 por cento, 222 dos 249 membros do Partido Republicano no Congresso, disseram não ter certeza sobre o vencedor enquanto dois defenderam a vitória de Trump e vinte e cinco responderam que foi o líder democrata o vencedor.

A votação no Congresso mostra a reviravolta, como imediata consequência do "assalto ao edifício que simboliza a democracia".

Trump promete transição em ordem a 20-1

O presidente Trump emitiu às nove horas uma declaração sobre a transição, mas continua a repetir que houve fraude eleitoral.

"Embora esteja totalmente em desacordo com o resultado eleitoral, como os factos me apoiam, no dia 20 a transição decorrerá em boa ordem".

A mensagem foi publicada na conta Twitter do porta-voz da Casa Baanca porque Trump foi bloqueado desta e outras redes sociais.

Fontes: Washington Post/The Hill/ Twitter. Fotos: Senadores da Geórgia, Jon Ossoff e Raphael Warnock — Partido Democrata domina Casa Branca, Congresso e Senado. Assalto ao Capitólio protagonizado pelos supremacistas brancos e outros apoiantes radicais incitados por Trump.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project