POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Congresso da JMPLA: Líder da JPAI destaca nova agenda para juventude africana e homenagem à memória de Amaro da Luz 13 Outubro 2019

Uma nova agenda para a juventude africana e uma homenagem à figura de Amaro da Luz, Combatente da Liberdade da Pátria e o primeiro ministro das Finanças de Cabo Verde que faleceu na semana passada, foram os aspectos que dominaram a comunicação do líder da JPAI, Fidel Carlos Cardoso de Pina, durante a abertura do VIII Congresso ordinário da JMPLA, que foi encerrado, este sábado, em Luanda, capital de Angola.

Congresso da JMPLA: Líder da JPAI destaca nova agenda para juventude africana e homenagem à memória de Amaro da Luz

Dirigindo-se aos congressistas, o responsável da juventude tambarina pediu um momento de silêncio à memória de Amaro da Luz, que faleceu na semana passada, na cidade da Praia. «Na semana passada, o nosso país ficou mais pobre com a partida do antigo Combatente da Liberdade da Pátria, Camarada Amaro da Luz. Foi uma Figura incontornável e histórica do nosso arquipélago, tendo participado, juntamente com o Comandante Pedro Pires e outros camaradas, nas negociações em Londres para a independência de Cabo Verde. Estamos tristes com a perda física do Camarada Amaro da Luz, que também deu um grande contributo no quadro da construção nacional como o Primeiro-ministro das Finanças de Cabo Verde livre e independente, Governador do Banco de Cabo Verde e como Embaixador nas Nações Unidas».

Cardoso de Pina destacou ainda a amizade e a cumplicidade entre a JMPLA e JPAI que, segundo ele, constituí um património que deve continuar a ser alimentado e fortificado para o bem do futuro dos povos e partidos - MPLA e PAICV- nos dois países. Tudo inspirado nas figuras de Agostinho Neto e Amílcar Cabral, que foram os principais protagonistas da luta pela independência de Angola e Cabo Verde, respectivamente.

Depois de falar do atual contexto de oportunidades, incertezas e riscos, o jovem dirigente pós tónica naquilo que considerou ser uma nova agenda para as juventudes partidárias para o desenvolvimento do continente africano. « Temos de ACREDITAR que é possível uma nova Agenda para a Juventude Africana. As nossas organizações e a nossa geração têm um papel fundamental neste processo. Construir um futuro melhor para os nossos filhos e netos, um Continente mais seguro, livre, próspero e de esperança, É RESPONSABILIDADE NOSSA! Temos de dialogar mais, aproximarmo-nos mais, conhecermo-nos melhor, cooperarmos mais para que possamos fazê-lo juntos e assim SALDAR a NOSSA Dívida para com a GERAÇÃO que lutou pela nossa autodeterminação».

Neste particular, garantiu os esforçamos que a JPAI vem desenvolvendo no sentido de contribuir para convocar a juventude africana à uma reflexão sobre os desafios que tem pela frente. «A Juventude do PAICV não tem poupado esforços no sentido de contribuir para convocar a Juventude à reflexão sobre os desafios que temos pela frente e manifesta-se preparada e disponível para a intensificação de diálogos necessários entre as Juventudes Partidárias Africanas que partilham os valores da Esquerda democrática, fraterna, solidária e libertadora, para que, todos juntos, busquemos e encontremos novas respostas para os problemas que ainda afetam os nossos países, onde a maioria da população é Jovem», concluiu Fidel Cardoso de Pina durante o VIII Congresso ordinário da JMPLA, que foi encerrado, este sábado, em Luanda-Angola.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project