NOS KU NOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Conversa Independente : Brigadas Móveis anti-Covid precisa-se já 26 Junho 2021

"Centro de saúde com vacinas e sem pessoas para vacinar" é o lema que corre nas redes sociais. Esta queixa de que há dias em que faltam pessoas para vacinar colide com os dados indicativos de que vacinados estão menos de 10 por cento da população. Se falta informação ou sensibilização para a demanda das vacinas, porque é que o Ministério da Saúde não faz deslocar equipas móveis para os bairros?

Conversa Independente : Brigadas Móveis anti-Covid precisa-se  já

O alerta circula neste final de semana. O centro de saúde do maior bairro da capital, a Achada de Santo António, avisa que tem vacinas mas há dias em que faltam pessoas para vacinar.

Entretanto, vacinados estão menos de 10 por cento da população.

Para osbervadores atentos, muitos de nós, em privado, questionamos se existem campanhas direcionadas aos que serão menos suscetíveis de procurar as vacinas.

Uma solução que, prossegem as mesmas fortes, parece factível e implica fazer deslocar equipas móveis para os bairros. Será que as autoridades ainda não pensaram nisso? Custa a crer ...

Isto na mesma semana em que o Ministério da Saúde reduziu para dois meses o intervalo entre a administração das duas doses da vacina AstraZeneca.

O anúncio foi feito esta segunda-feira pelo diretor Nacional de Saúde, avisando também que, a partir dos 40 anos, já se pode inscrever para a vacinação anti-Covid.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project