DESPORTO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Conversa Independente — Fairplay fundamental no combate à Covid-19 18 Janeiro 2022

Com um teste positivo de Covid, o sérvio Novak Djokovic regressou esta segunda-feira à nativa Belgrado — deportado da Austrália após dez dias de finca-pé. A regra que proíbe a entrada é para todos. Mas o número-um do ténis mundial insistiu nos seus argumentos anti-ciência para levar a cabo uma cruzada jurídica.

Conversa Independente — Fairplay fundamental no combate à Covid-19

A: — A novela Djokovic durou dez dias.

B: — A valer por um folhetim de cabo a rabo, com dúzias de transmissões diárias.

A: — Tempo de mais, para uma regra bem simples que a Austrália tem vindo a cumprir: só entram os vacinados.

B: — A regra vigora em quase todo o mundo. Para todos.

A: — O número-um do ténis mundial não entendeu, acha que pode jogar segundo outras regras.

B: — E para mais, foi atiçado por uma clique!

A: — É, houve gente a apoiá-lo. E não foi só do lado dos fans resguardados no anonimato das multidões.

B: — Deixa ver: foi o presidente Aleksandar Vucic, que acusou o chefe de governo australiano de perseguição ao tenista desobediente ...

A: — Mas não a primeira-ministra sérvia que ao quinto dia disse à BBC que a lei é clara e para todos.

B: — Agora, toma!, perdeu o 10º Open que tinha no papo, e está proibido de entrar na Austrália durante três anos.

Useiro e vezeiro

Em junho de 2020, o maior tenista do mundo apareceu rodeado de fãs, todos sem máscara em evidente desafio às normas sanitárias (foto inserida).

Há um mês testou positivo.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project