ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Conversa independente — Marcelo "martela e não devia" em escolhas para governo 01 Abril 2022

A académica Helena Carreiras —das sociologias — faz história na vigésima-terceira legislatura ao tornar-se a primeira ministra da Defesa. É a primeira vez que em Portugal uma personalidade feminina ocupa tal pasta. Na contramão do chefe de governo, o presidente Marcelo fez o que não devia, antes de dar posse esta quarta-feira ao governo.

Conversa independente — Marcelo

A: "Se fosse eu, fazia diferente" —

B: Fazias o quê? —

A: Olha a tua distração —

B: De que estás a falar? —

A: O presidente Marcelo não gostou das escolhas do primeiro-ministro, Costa, que na hora de substituir o João Cravinho Filho na pasta, olha-os em Bissau —

B: Ah! Criticou a exclusão da Alexandra, que foi sua assistente —

A: Pois é, não lhe fica bem essa de presidente padrinho —

B: Por uma questão de soberania deixo-te a falar disso, que eu não me meto —

A: És distraída quando te convém!, pois é! —

B: Pois! Mas diz-me cá: porque é que usas o verbo martelar? —

A: Ka bo fadiga, go!, que isto é só um trocadilho com todo o respeito por Sexa o presidente da amiga potência ex-colonizadora que nos não dá cidadania como aos Abramovich nem visto como aos Chenglong Li empresários empreendedores! —

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project