LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Coordenador do MADEM Guiné-Bissau : “SOLUÇÃO POLÍTICA PASSA PELO AGENDAMENTO DA DISCUSSÃO DO PROGRAMA DE GOVERNO NA ANP” 02 Junho 2020

O líder do Movimento para Alternância Democrática (MADEM G-15), Braima Camará, afirmou esta segunda-feira, 01 de junho de 2020, que a saída da atual situação política passa necessariamente pelo agendamento da discussão do programa do atual governo na Assembleia Nacional Popular, dado que é a casa para fazer política.

Coordenador do MADEM Guiné-Bissau : “SOLUÇÃO POLÍTICA PASSA PELO AGENDAMENTO DA DISCUSSÃO DO PROGRAMA DE GOVERNO NA ANP”

Camará falava aos jornalistas a saída de um encontro de auscultação convocado pelo líder da Assembleia Nacional Popular (ANP), Cipriano Cassamá, no âmbito dos esforços para encontrar uma solução para a crise política e parlamentar.

A iniciativa do presidente da ANP insere-se no âmbito da recomendação do da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), que instou as autoridades e as forças políticas nacionais no sentido de encontrarem uma solução que permita a formação de um governo na base da Constituição da República, respeitando os resultados das eleições legislativas de 10 de março de 2019, ganhas pelos libertadores (PAIGC).

O político disse que na audiência, deixaram claro ao presidente do Parlamento que não concordam com a forma como Cassamá envolveu a Comunidade Internacional (P5) na busca de solução e diálogo interno. No seu entendimento, deviam ser apenas com partidos políticos.

Braima Camará disse que o presidente da ANP deve convocar apenas os guineense para discutirem e chegar a entendimento, de forma a resolver o problema internamente, deixando assim de receber lições de moral da comunidade internacional. Contudo, disse que o líder do Parlamento guineense, disse-lhes que a sua intenção era apenas informar a Comunidade Internacional sobre o processo de diálogo.

Assegurou que receberam garantias do presidente da ANP, Cipriano Cassamá, de tudo fazer para que haja um entendimento entre os atores políticos, porque não quer que o Parlamento seja derrubado no seu mandato. Avançou que o líder do Parlamento tem consciência clara que se o atual bloqueio continuar, o chefe de Estado tomará a decisão de dissolver Assembleia Nacional Popular.

“Temos um Presidente da República declarado pela CNE como vencedor das eleições, como também foi felicitado pela comunidade internacional e o PAIGC está a pedir para chefiar governo, mas não reconhece o chefe de Estado. Afinal, quem está a bloquear o país?” Questionou. Garantiu que o MADEM G-15 está disponível para a procura de solução política que irá trazer a paz, a estabilidade e o entendimento, porque “o país não pode continuar nesta situação”. Fonte: O Democrata

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project