INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Coronavírus: 6000 turistas retidos em cruzeiro em Itália após passageira de Macau adoecer 31 Janeiro 2020

O navio de cruzeiro da companhia Costa Crociere — com cerca de sete mil pessoas a bordo — esteve cerca de dez horas em alto mar ao largo do porto Civitavecchia, a 60 quilómetros de Roma, impedido de acostar porque uma turista macaense apresentava sintomas indicativos de presença do coronavírus. Mais de quinze horas depois, foi autorizado o desembarque após exames médicos indicarem que a febre não estava associada ao coronavírus.

Coronavírus: 6000 turistas retidos em cruzeiro em Itália após passageira de Macau adoecer

Segundo o Corriere de la Sera e outros media italianos noticiam esta quinta-feira, 30, os cerca de sete mil ocupantes do cruzeiro "Cota Smeralda" — que efetuou escalas nas cidades espanholas de Palma de Maiorca, Barcelona e ainda em Marselha, em França — esperam desde as primeiras horas da manhã o resultado de testes médicos à doente natural da Região Administrativa Especial de Macau, ex-território sob administração lusa (século XVI-1999) no sul da China.

A passageira, em cruzeiro com o marido, apresenta sintomas compatíveis com o coronavirus: febre e problemas respiratórios. O casal ficou em isolamento assim que foi detetado o problema. Uma equipa do Hospital de Spallanzani, Roma, esteve a bordo do cruzeiro.

A meio da tarde, o Corriere della Sera noticia que os exames deram negativo para o coronavírus. Foi dada então autorização para o desembarque que deve demorar umas quatro horas.

Fontes: Referidas. Foto Corriere della Sera: Passageiros do Cota Smeralda, retido por causa do coronavírus.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project