INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Costa do Marfim: Morreu o primeiro-ministro Hamed Bakayoko — É o 3º em 8 meses 13 Mar�o 2021

O primeiro-ministro costa-marfinense morreu, nesta quinta-feira, 10, na Alemanha, aos 56 anos de idade, devido a um cancro, anunciou a Presidência da República da Costa do Marfim.

Costa do Marfim: Morreu o primeiro-ministro Hamed Bakayoko — É o 3º em 8 meses

A morte de Hamed Bakayoko é em apenas sete meses a segunda dum primeiro-ministro e a terceira dum integrante da atual equipa do presidente Alassane Ouattara.

Em Abidjan, a maior cidade do país, há quem não encontre outra explicação que não "uma maldição lançada sobre a presidência" sediada desde 1983 em Yamoussoukro.

A morte de Hamed Bakayoko, aliás "HamBak", acontece sete meses após a do seu antecessor, Amadou Gon Coulibaly, vitimado por um enfarte em pleno conselho de ministros.

Em outubro, o ministro da Administração do Território, Sidiki Diakité, sucumbiu a um ataque cardíaco.

Ouattara está no seu terceiro mandato presidencial após vencer Laurent Gbagbo na eleição de 2010 e de 2020. Pelo meio deu-se a guerra civil em que morreram milhares de pessoas.

Gbagbo acusado de genocídio foi levado aoTPI-Tribunal Penal Internacional, em Haia, em 2014. Em janeiro de 2019 foi ilibado dessa acusação de crimes contra a Humanidade. Concorreu na eleição presidencial de 2020 contra o recandidato Ouattara, que voltou a vencer.
— -
Fontes: Le Monde/L’Express. Relacionado: Holanda: TPI inocenta o ex-Presidente Laurent Gbagbo de crimes contra Humanidade, 14.1.2019; Costa do Marfim: Ex-primeira-dama Simone Gbagbo entre 800 amnistiados do Presidente Ouattara no Dia da Independência, 8.ago.2018; Gbagbo vai ser julgado por crimes contra a Humanidade, 14.6.2014; Combates entre forças de Gbagbo e de Ouattara prosseguem nas ruas de Abidjan, 13.4.2011. Foto: O primeiro-ministro "HamBak" faleceu sete meses após assumir o cargo. O seu predecessor Amadou Gon Coulibaly morreu de enfarte durante um conselho de ministros. À volta da Lagoa Ebrié, em Abidjan — com edificações futuristas do tempo em que a ’Ivory Coast’ era a "Suiça africana" — a imaginação tece as mais tenebrosas explicações sobre o que se passa em Yamoussoukro.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project