CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Brava regista cinco primeiros casos positivos 13 Outubro 2020

O covid-19 chega finalmente à ilha Brava com o registo, hoje, de cinco primeiros casos positivos da doença. Estes dados foram certificados pela médica Paloma Fernandes, responsável pelo setor da equipa de terreno e pela covid-19 na ilha, após a confirmação dos testes PCR realizados.

Covid-19: Brava regista cinco primeiros casos positivos

Com estes novos infetados, a pandemia de novo coronavírus conclui assim a sua expansão em todas as ilhas da Cabo Verde.

Em declarações à Inforpress, a médica Paloma Fernandes avançou que os pacientes se encontram estáveis e que quatro deles estão a cumprir quarentena domiciliar.

Entretanto, informou que já com os casos confirmados, os outros quatro, uma família da Vila de Nova Sintra, vão ser colocados em quarentena no espaço da delegacia, pois, a equipa terá de repetir os testes rápidos dos outros familiares e contactos que testaram negativos esta segunda-feira.

Já um indivíduo do sexo masculino, na casa dos 50 anos, encontra-se desde segunda-feira no espaço de isolamento da Delegacia de Saúde, acescenta a mesma fonte.

“O único caso mais complicado é o paciente de 50 anos, pois é diabético, mas que neste momento encontra-se estável”, disse a médica, avançando que já teve uma complicação a nível do quadro respiratório, onde apresentou uma pneumonia inicial, mas que está a respirar normal e só no ar ambiente.

“Este paciente está a ser seguido e já está em tratamento e medicado com antibióticos”, reforçou.

“No caso da paciente de Mato Grande, os familiares testaram negativos no teste rápido, mas que como os sintomas surgiram na última segunda-feira e vírus tem o período de incubação, é preciso repetir os testes”, avançou a mesma fonte.

Questionada sobre os próximos passos, a mesma avançou que o objectivo é tentar encontrar um foco do contágio, pois, conforme explicou é um restaurante, onde a entrada e a saída das pessoas é difícil de controlar.

Daí, sublinhou que vão iniciar já esta quarta-feira com a aplicação de testes rápidos nos locais onde trabalham e nas escolas que estes frequentam.

À população, Paloma Fernandes prosseguiu que neste momento está a “pressionar no factor sintomas”.

“Caso sentirem alguns dos sintomas que já são do conhecimento da maioria, que suspeitarem ser caso da covid-19, que entrem em contacto com o pessoal da saúde para ajudar a controlar a situação e bloquear a propagação”, pediu a responsável pela área da covid-19 na Brava citada pela Inforpress.

A mesma suplicou, ainda, para o uso de máscara obrigatório, evitar a aglomeração de pessoas, reforçando que com a campanha eleitoral tem deparado com muita aglomeração de pessoas sem uso de máscaras e nem outra proteção.

“É preciso que cada um faça a sua parte”, finalizou a médica.

A ilha Brava, até este momento, era a única que não tinha registado nenhum caso positivo no País.

De acordo com os dados actualizados esta terça-feira, o País registou hoje mais 98 casos novos positivos, dois óbitos e 135 recuperados (Praia 94, Ribeira Grande de Santiago 14, São Domingos dois, Santa Catarina 12, São Salvador do Mundo 1, Tarrafal dois, São Miguel três, Santa Cruz quatro, Porto Novo um, Ribeira Brava dois).

Os casos positivos foram registamos na Praia que teve os dois óbitos (41), Ribeira Grande de Santiago (dois), Santa Catarina e Santa Cruz (quatro), São Salvador do Mundo, Tarrafal e São Miguel (um), São Lourenço dos Órgãos, Paul, São Vicente e Brava (cinco), São Filipe (18) e São Domingos (seis).

Cabo Verde passa a contabilizar 965 casos activos, 6.210 casos recuperados, 77 óbitos e dois transferidos, perfazendo um total de 7.254 casos positivos acumulados.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project