SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Cabo Verde adia recenseamento da população para junho de 2021 01 Outubro 2020

O quinto Recenseamento Geral da População e Habitação (RGPH-2020), previsto para junho do corrente ano, foi adiado para o mesmo mês de 2021 devido à pandemia da covid-19, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Covid-19: Cabo Verde adia recenseamento da população para junho de 2021

Segundo escreve a Lusa, o RGPH-2020 previa que o período de recolha de dados no terreno tivesse lugar de 16 a 30 de junho último, mas essa operação já tinha sido adiada, sem nova data, em 28 de abril, cerca de um mês depois de diagnosticados os primeiros casos de covid-19 no país.

De acordo com informação do INE, avança a fonte, após uma reunião com parceiros técnicos e financeiros da instituição, realizada na terça-feira, foi definido o período de 16 a 30 de junho de 2021 “a nova data para a recolha dos dados” do quinto RGPH em Cabo Verde.

“Considerando que o quinto RGPH é uma operação a ser realizada no terreno, os parceiros recomendaram toda a atenção a ter na prevenção da pandemia da covid-19, privilegiando a utilização das novas tecnologias na entrevista dos agentes de terreno”, lê-se na informação do INE.

Em abril, prossegue a fonte, o INE justificou a decisão de adiar a operação, na altura sem nova data definida, mas “ainda este ano”, face à “evolução da pandemia” no país, acrescentando que a decisão tinha sido tomada em “articulação com as autoridades nacionais de saúde e com os parceiros técnicos e financeiros”.

“Esta decisão levou em consideração a natureza da recolha, que é exaustiva, domiciliar e realizada por entrevista direta junto dos representantes dos agregados familiares, isto é, envolvem contactos diretos com os cidadãos”, justificou o INE.

Segundo a mesma fonte, de acordo com o INE, trata-se da “maior e a mais complexa operação estatística” realizada no arquipélago, e que previa a data de 15 de junho de 2020 como o “dia do censo” no país.

Esta operação de recenseamento está estimada em 3,2 milhões de euros, cofinanciada pelo Luxemburgo, ao abrigo do quarto Programa Indicativo de Cooperação (PIC) entre os dois países.

No último censo em Cabo Verde, realizado em 2010, a população residente no arquipélago então contabilizada foi de 491.875 pessoas, além de 114.469 edifícios e 141.761 alojamentos. A atual estimativa da população cabo-verdiana aproxima-se dos 600 mil.

Além de 1.639 recenseadores, o INE recrutou nos últimos meses um total de 16 coordenadores municipais para este censo, escreve Lusa.

Cabo Verde regista um acumulado de 5.900 casos de covid-19 desde 19 de março, com 59 óbitos.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project