ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Cabo Verde com 3 mortes chega aos 100 óbitos e conta 75 novos casos em 24 horas 06 Novembro 2020

Cabo Verde chegou aos 100 óbitos devido à covid-19, com mais três em 24 horas, período em que registou 75 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, foi hoje anunciado.

Covid-19: Cabo Verde com 3 mortes chega aos 100 óbitos e conta 75 novos casos em 24 horas

Segundo o Ministério da Saúde e da Segurança Social cabo-verdiano citado pela Lusa, as três mortes registaram-se na Praia, em São Filipe e em São Vicente, chegando às 100 vítimas mortais associadas à covid-19.

O Governo informou, em comunicado, que os laboratórios do país analisaram 727 amostras na quinta-feira, das quais 75 deram resultado positivos para o novo coronavírus.

A maioria dos novos casos positivos foi contabilizado na ilha de São Vicente (20), seguida do concelho de São Filipe (19), na ilha do Fogo, e da cidade da Praia (16), na ilha de Santiago.

As autoridades de saúde de Cabo Verde diagnosticaram casos ainda em Santa Catarina (5), Santa Cruz (2), Ribeira Grande e Tarrafal, com um cada, todos na ilha de Santiago.

Ainda na ilha do Fogo, foram registados mais dois casos no concelho dos Mosteiros, que se juntam a oito no Porto Novo, em Santo Antão, e um na ilha do Sal.

Segundo a mesma fonte, nas últimas 24 horas, as autoridades de saúde cabo-verdianas deram alta a mais 74 pessoas, passando o país a ter um total acumulado de 8.363 casos considerados recuperados da doença, representando 91% do total de casos já notificados no país.

Com os novos dados, o país passou a contabilizar um acumulado de 9.224 casos positivos desde 19 de março, mantém dois transferidos e passou a ter 759 casos ativos (8%).

Na sua primeira conferência de imprensa como novo diretor nacional de Saúde, Jorge Noel Barreto, disse que foram registados ainda 42 casos suspeitos e há 18 pessoas internadas, das quais duas em situação mais grave, no Hospital Agostinho Neto, na Praia.

Jorge Barreto citado pela Lusa, que substitui Artur Correia na Direção Nacional de Saúde, que se aposentou, abordou ainda o uso obrigatório de máscaras no país, incluindo nas vias públicas, esperando que essa medida possa ajudar a diminuir o risco de transmissão, tendo, por isso, “algum impacto” na evolução da pandemia no país.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,2 milhões de mortos em mais de 48,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project