ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Cabo Verde regista mais 28 infeções, o menor número diário em 30 dias 01 Fevereiro 2021

Cabo Verde registou mais 28 novos casos de infeção pelo novo coronavírus em 24 horas, o menor número diário dos últimos 30 dias no país, que contabilizou mais 107 pessoas recuperadas, informou hoje o Ministério da Saúde.

Covid-19: Cabo Verde regista mais 28 infeções, o menor número diário em 30 dias

O Ministério da Saúde e da Segurança Social anunciou em comunicado, citado pela Lusa, que das 391 amostras analisadas desde domingo, o menor número dos 14 últimos dias, 28 deram resultado positivo, o valor mais baixo dos últimos 30 dias.

Os novos casos foram diagnosticados na Praia (16), em São Vicente (9), São Salvador do Mundo (2) e São Filipe, na ilha do Fogo, com um caso contabilizado.

Nas últimas 24 horas, as autoridades de saúde cabo-verdianas deram alta a mais 107 pessoas, de um total agora de 13.251 casos considerados recuperados da infeção.

Conforme a mesma fonte, com os novos dados, o país aumentou para 14.098 casos positivos acumulados desde 19 de março, mantém dois doentes transferidos, 134 óbitos e reduziu para 708 o número de casos ativos.

Na habitual conferência de imprensa semanal sobre a evolução da covid-19 em Cabo Verde, o diretor nacional de Saúde, Jorge Noel Barreto, indicou que foram encontrados mais cinco casos suspeitos, todos no concelho da Praia, que o país tem 1.974 pessoas em quarentena a aguardar resultado do inquérito epidemiológico e há 24 pessoas internadas nos hospitais.

O porta-voz do Ministério da Saúde indicou que nos últimos 14 dias o país conta com uma taxa de incidência acumulada de 178 casos por cada 100 mil habitantes, enquanto no mesmo número de dias anteriores a taxa era de 198 casos por 100 mil habitantes.

Segundo ainda a Lusa, nas últimas duas semanas, Jorge Barreto deu conta de uma tendência acumulada crescente de casos novos na Praia, com ligeira descida na última semana, mas salientou que ainda é muito cedo para falar em alguma estabilização.

Relativamente à ilha de São Vicente, outro foco dos principais focos de transmissão da doença, disse que situação parece que vai estabilizando, mas alertou que também ainda é um bocado cedo para essa conclusão.

“Mas se pessoas não colaborarem a situação pode alterar-se rapidamente”, alertou o diretor nacional de Saúde, lembrando que só em janeiro morreram 21 pessoas em Cabo Verde, o mesmo número que tinha sido registado em setembro.

Jorge Noel Barreto voltou a apelar ao cumprimento das medidas de prevenção “para evitar que a situação se descontrole rapidamente, e também pediu “paciência” às pessoas, para evitarem a realização de festas e jantares privados e outras aglomerações, conclui a Lusa.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.227.605 mortos resultantes de mais de 102,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project