ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Cabo Verde regista mais nove casos e chega a 98% de recuperados 28 Dezembro 2020

Cabo Verde registou mais nove casos positivos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas e chegou aos 98% de casos considerados recuperados, anunciou hoje o diretor nacional de Saúde.

Covid-19: Cabo Verde regista mais nove casos e chega a 98% de recuperados

No ponto de situação semanal da doença no país, Jorge Barreto, citado pela Lusa, adiantou que foram analisadas 200 amostras nas últimas 24 horas, das quais nove deram resultado positivo para a covid-19.

Os novos casos foram diagnosticados na Praia (1) e em Santa Catarina (1), em Santiago, no Paul (1), em Santo Antão, São Vicente (3) e Maio (3).

As autoridades de saúde deram alta a mais 55 pessoas nas últimas 24 horas, passando a ter um total de 11.499 casos considerados recuperados, representando 98% do total de casos notificados até agora.

Segundo a mesma fonte, o diretor nacional de Saúde informou ainda que foram detetados cinco casos suspeitos, há 110 pessoas em isolamento, 372 pessoas em quarentena à espera dos resultados dos testes e nove doentes internados nos hospitais do país, todos estáveis.

Com os novos dados, Cabo Verde aumentou para 11.723 as infeções acumuladas desde 19 de março, mantém 112 óbitos, dois transferidos e reduziu para 107 os casos ativos.

O diretor nacional de Saúde indicou que nos últimos 14 dias o país registou uma taxa de incidência de 62 casos por 100 mil habitantes, numa melhoria em relação ao mesmo número de dias anteriores, que foi de 102 casos por 100 mil habitantes.

Para o mesmo responsável de Saúde, os dados não vão sofrer grandes alterações no próximos dias, porque não há grande número de amostras pendentes, pelo que a tendência do país é para “melhoria considerável”.

Apesar disso, reforçou o apelo para as pessoas não baixarem a guarda, recomendando a continuação das medidas de prevenção, como uso de máscara, distanciamento, higienização das mãos, evitar aglomerações, avisando que “o futuro é incerto”.

Conforme ainda a Lusa, a partir de hoje, Jorge Barreto informou que as pessoas que viajam de Santiago para as outras ilhas não precisam fazer o teste rápido de despiste do novo coronavírus, ao contrário da ilha do Maio, em que essa análise passará a ser necessária porque a taxa de incidência é elevada.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.765.049 mortos resultantes de mais de 80,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project