ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Cabo Verde regista mais quatro casos positivos e tem cerca de 350 amostras em atraso por analisar 14 Dezembro 2020

Cabo Verde registou mais quatro novos casos de covid-19, mas estes são dados provisórios porquanto ainda há cerca de 350 amostras em atraso que poderão ser analisadas nas próximas 24 horas. O país conseguiu mais 74 recuperados, chegando a 11.036 pessoas com alta, correspondendo a 97% do total de 11.361 infeções acumuladas no país desde 19 de março, foi hoje anunciado.

Covid-19: Cabo Verde regista mais quatro casos positivos e tem cerca de 350 amostras  em atraso por analisar

No ponto de situação da pandemia de covid-19 em Cabo Verde, o diretor nacional de Saúde, Jorge Barreto, informou, segundo a Lusa, que de domingo até às 15:00 de hoje foram analisadas 87 amostras nos laboratórios de virologia do país.

Desse total, foram diagnosticadas mais quatro infeções, sendo uma em Santa Catarina do Fogo e outra na ilha do Maio e dois casos no Porto Novo, em Santo Antão.

O porta-voz do Ministério da Saúde informou ainda que foram registados nove casos suspeitos, há 518 pessoas em quarentena domiciliar e seis infetados internados nos hospitais, todos em situação estável.

Nas últimas 24 horas, as autoridades de saúde deram alta a mais 74 pessoas, chegando a 11.036 doentes já considerados recuperados, representando 97% do total de casos notificados até agora no país.

Segundo a mesma fonte, com os novos dados, o país passou a ter um acumulado de 11.361 infeções da covid-19 desde 19 de março, mantém 110 óbitos, dois doentes estrangeiros transferidos para o país de origem e reduziu para 212 casos ativos.

No habitual encontro semanal com a comunicação social, o diretor nacional de Saúde avançou que os dados são provisórios, tendo em conta que ainda há cerca de 350 amostras em atraso e que poderão ser analisadas nas próximas 24 horas.

De qualquer forma, Jorge Barreto salientou que a situação neste momento “está controlada” com tendência para diminuição em quase todos os concelhos, à exceção das ilhas do Fogo e de São Vicente e dos concelhos do Paul e Porto Novo, em Santo Antão.

Neste sentido, o técnico de saúde voltou a reforçar o apelo para o cumprimento das medidas de prevenção, sobretudo no concelho da Praia, não obstante a redução dos casos na capital do país.

Para Jorge Barreto, não se deve desleixar, sobretudo nos locais públicos e locais de culto, mormente nas igrejas, onde disse que têm chegado algumas reclamações sobre algum relaxamento das medidas.

“Pedimos às pessoas que mantenham o cumprimento das medidas de prevenção para que a situação não se descontrole”, apelou o diretor nacional de Saúde citado pela Lusa.

Quanto ao período festivo de Natal e Fim de Ano que se avizinha, Jorge Barreto disse que não é recomendável a realização de festas, tal como em anos anteriores, com aglomerações de pessoas, mas sim apenas convívios com familiares mais próximos.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.612.297 mortos resultantes de mais de 72,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project