ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Cabo Verde regista mais uma morte e bate novo recorde diário com 1.397 infeções 05 Janeiro 2022

Cabo Verde registou mais uma morte, proveniente da Praia, e 1.397 novos casos de covid-19, com São Vicente a liderar a contagem com 447 infecções, tendo a taxa de positividade aumentado para 42,6%.

Covid-19: Cabo Verde regista mais uma morte e bate novo recorde diário com 1.397 infeções

Conforme os dados divulgados na tarde de hoje, do total de 3.281 amostras, analisadas nas últimas 24 horas, onde resultaram as 1.397 infecções, abrangendo todos os 22 concelhos nesse dia em que o país voltou a registar o número recorde de casos.

São Vicente, pelo segundo dia consecutivo, lidera a lista dos municípios com maiores números de casos, com a taxa de positividade local a ultrapassar os 58%.

Em segundo lugar está o concelho da Praia com 272 casos positivos num total de 840 amostras analisadas.

Sal com 97, Ribeira Grande de Santo Antão com 78, Porto Novo com 54, Boa Vista com 52, Tarrafal de São Nicolau com 44, Santa Cruz e Ribeira Brava com 42 e São Filipe com 40 são outros municípios com números mais expressivos de casos.

Os dados mostram que apenas os concelhos da Brava, Santa Catarina do Fogo e Tarrafal de Santiago tiveram menos de 10 casos nas últimas 24 horas, o que confirma o descontrolo da situação epidemiológica denunciada nos últimos dias pelo director nacional de Saúde.

O boletim epidemiológico mostra, entretanto, que um número considerável de infectados foram declarados recuperados (1.896), dos quais 816 só na Praia.

Desde terça-feira o Ministério da Saúde redefiniu os critérios de alta e diminuiu o período de isolamento profilático para sete dias.

Com os dados de hoje o país passa a contabilizar 5.068 casos activos, 40.539 casos recuperados, 355 óbitos, 18 óbitos por outras causas e nove transferidos, perfazendo um total de 45.989 casos positivos acumulados.

Hoje o Presidente da República e o primeiro-ministro reforçaram conjuntamente o apelo à vacinação em massa para proteger as famílias e empresas, já que a actual situação sanitária no país é grave, face à confirmação da Ómicron”.

Numa comunicação proferida no Centro de Convenções da Universidade de Cabo Verde, José Maria Neves, que uma vez mais, voltou a pronunciar-se tanto na língua crioula como no português, revelou que a cerimónia conjunta demonstra um grande sentido de responsabilidade e de compromisso dos poderes públicos, ao mais alto nível.

O Chefe de Estado advogou que o país precisa, rapidamente, de inverter o número de infecções por covid-19, na sua mais recente mutação, para evitar resultados catastróficos “em toda a linha”, tendo exortado a todos, no sentido de adoptarem comportamentos adequados para evitar que os ganhos conseguidos sejam comprometidos. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project