INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Centro de controlo de doenças antecipa forte aumento do número de casos nas próximas semanas na União Europeia 17 Julho 2021

O número de casos de Covid-19 deve aumentar "fortemente" nas próximas semanas na União Europeia (UE) devido à variante Delta e ao alívio generalizado de medidas de restrição, anunciou esta sexta-feira, 16, o Centro Europeu para o Controlo de Doenças (ECDC).

Covid-19: Centro de controlo de doenças antecipa forte aumento do número de casos nas próximas semanas na União Europeia

De acordo com as projeções divulgadas esta sexta-feira, citadas pela Agência Lusa, poderão registar-se quase cinco vezes mais casos novos de infeção até 01 de Agosto próximo, sendo estimada uma incidência superior a 420 novos casos por 100.000 habitantes para a semana que termina em 01 de Agosto em relação ao território da UE, bem como Noruega e Islândia. "Na semana passada, a incidência era inferior a 90 casos por 100.000 habitantes".

Já para a semana seguinte, entre 02 e 08 de agosto e que representa a projeção mais longa do ECDC, o organismo europeu estima uma nova subida deste indicador, passando então para cerca de 620 novos casos por cada 100.000 habitantes.

Ainda segundo a nossa fonte, embora estas projeções continuem a ser cenários epidemiológicos, este nível de infeção é "consentâneo" com aquele que foi observado durante os picos do Outono de 2020 e em Abril de 2021, segundo os dados da agência da UE. No entanto, o número de hospitalizações e óbitos deve ter um crescimento mais lento, devido à campanha de vacinação a nível comunitário.

"Atualmente, a tendência é ascendente em dois terços dos 30 países monitorizados pelo ECDC, e nos países mais afetados, os maiores aumentos nos casos e os níveis mais elevados de infeção registam-se no grupo etário dos 15-24 anos, com aumentos limitados no grupo acima dos 65 anos", cita a Lusa.

Na semana passada, entre 05 e 11 de Julho, o número de novos casos na UE teve um salto de 60%, aumentando pela segunda semana consecutiva, de acordo com o organismo, devido ao "relaxamento das medidas e à progressão da variante Delta" inicialmente detetada na Índia.

Recentemente, a agência com sede em Estocolmo alertou que esta mutação do vírus SARS-CoV-2 representaria 90% dos novos casos até ao final de agosto a nível comunitário.

De ressaltar que a pandemia de Covid-19 provocou pelo menos 4.061.908 mortos em todo o mundo, entre mais de 188,3 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project