ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Governo descarta fecho de fronteira como medida para travar a evolução da pandemia em Cabo Verde 30 Novembro 2021

O ministro da Administração Interna, Paulo Rocha, disse hoje que, neste momento não está sobre a mesa a possibilidade de fechar a fronteira em Cabo Verde como medida de contenção para travar a evolução da pandemia de covid-19.

Covid-19: Governo descarta fecho de fronteira como medida para travar a evolução da pandemia em Cabo Verde

O governante, que falava à Inforpress após ter presidido à abertura da sessão pública do Plano Estratégico de Segurança Rodoviária, reconheceu que há uma certa preocupação da parte do Governo com o surgimento da nova variante denominada Ómicron, que tem preocupado todo o mundo e até certa medida provocado algum pânico.

Paulo Rocha adiantou que o executivo está a acompanhar a situação e a equacionar as medidas que se impõem nessa altura, sendo certo que em Cabo Verde a incidência é bastante baixa.

“Cabo Verde tem em curso medidas de contenção, designadamente a exigência do certificado de vacinação para quem entre no território nacional. Medidas estão a ser equacionadas e serão anunciadas brevemente, designadamente a possibilidade de impor obrigatoriamente o teste PCR e de antígeno independentemente do certificado de vacinação”, indicou.

Questionado se, à semelhança do que já aconteceu em outros países, Cabo Verde equaciona fechar a sua fronteira, Paulo Rocha disse que essa é uma possibilidade que “nem de longe” está a ser aventada.

Informações da imprensa internacional dão conta que pelo menos 44 países já impuseram restrições a viagens devido à variante Ómicron, desde à UE (União Europeia) que suspendeu os voos da África Austral, ao Japão, Israel e Marrocos, que encerraram fronteiras.

Segundo a mesma fonte, a nova variante do coronavírus B.1.1.529, denominada Ómicron e classificada como “variante de preocupação” pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detectada pela primeira vez em meados de Novembro em alguns países da África Austral.

Desde então, a nova estirpe foi já sequenciada em países de todos os continentes – sendo que Portugal lidera na Europa com 13 casos confirmados da Ómicron, o mesmo número que os Países Baixos – e vários deles estão a anunciar restrições de viagens de e para estados da África Austral.

De acordo com a última actualização, Cabo Verde, que tem registado uma média de cinco casos diários, conta com 44 casos activos, 37.949 casos recuperados, 349 óbitos, 16 óbitos por outras causas e nove transferidos, perfazendo um total de 38.367 casos positivos acumulados, refere a Inforpress.

A nível mundial a covid-19 provocou pelo menos 5.197.718 mortos em todo o mundo, entre mais de 260,81 milhões infecções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project