INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19/ Grecia: Líder da Igreja ortodoxa hospitalizado 20 Novembro 2020

O líder da Igreja ortodoxa grega, o arcebispo Ieronymos, foi hospitalizada com "sintomas ligeiros" de covid-19, anunciou o arcebispado em comunicado.

Covid-19/ Grecia: Líder da Igreja ortodoxa  hospitalizado

Conforme escreve a agencia AFP o arcebispo, de 82 anos, teve um teste positivo para o novo coronavírus antes de apresentar febre na quarta-feira, disse hoje o diretor do seu gabinete de imprensa, Harris Konidaris.

Ressaltou a moema fonte, que o seu médico recomendou-lhe ser hospitalizado. Hoje não tem febre e está num bom estado geral", afirmou.

“Participo pessoalmente da provação de milhares dos nossos irmãos na nossa pátria e de milhões no mundo", disse o arcebispo grego.

Ieronymos foi transferido hoje para o hospital Evangelismos, o maior da capital grega, onde está também hospitalizado com covid-19, há 10 dias, o arcebispo da Igreja ortodoxa da Albânia, Anastasios.

“Participo da angústia, da dor e do medo de todos, que vamos todos ultrapassar graças à nossa fé em Deus", acrescentou.

Com o segundo confinamento imposto na Grécia desde 07 de novembro e até dia 30, o Governo de Atenas ordenou a suspensão de todas as cerimónias religiosas com a presença de fiéis em todos os locais de culto do país.

As missas da Igreja ortodoxa, maioritária na Grécia, continuam a celebrar-se apenas para o clero e nas igrejas abertas ao público só se podem realizar orações individuais.

Algumas igrejas gregas são criticadas desde o primeiro confinamento por manterem a prática da comunhão.

A Igreja insiste que não há risco de contaminação nesse ritual, uma vez que a comunhão representa o corpo e sangue de Cristo, pelo que não pode transmitir doenças.

Com cerca de 11 mil habitantes, a Grécia tem até hoje mais de 82.000 casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus e quase 1.300 mortes.

Estima-se que a pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.339.130 mortos resultantes de mais de 55,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 3.632 pessoas dos 236.015 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project