ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Hotéis em Cabo Verde com menos 83% de trabalhadores em 2020 30 Mar�o 2021

O número de trabalhadores ao serviço nos estabelecimentos hoteleiros de Cabo Verde caiu no final de 2020 quase 83%, para menos de 1.600, face a 2019, indicam dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Covid-19: Hotéis em Cabo Verde com menos 83% de trabalhadores em 2020

Segundo o Inventário Anual de Estabelecimento Hoteleiros divulgado hoje pelo INE de Cabo Verde citado pela Lusa, esses estabelecimentos empregavam diretamente 9.050 trabalhadores no final de 2019 (após um máximo de 9.417 em 2018), registo que caiu para 1.577 em dezembro passado, num ano em que, após o mês de março, o arquipélago praticamente não contou com turistas estrangeiros, devido às restrições impostas pela pandemia de covid-19.

Deste total, 58,1% eram mulheres e, apesar da forte quebra na procura – sem voos internacionais de março a dezembro – a ilha do Sal continuou a liderar em total de trabalhadores do setor ao serviço, com 35%, seguida de Santiago (Praia), com 33,1%.

A ilha da Boa Vista, a segunda mais procurada pelos turistas estrangeiros, fechou 2020 com apenas 27 trabalhadores nas unidades hoteleiras e recebeu o primeiro voo internacional já este mês, de Itália, mais de um ano depois da última ligação aérea.

Uma parte da perda destes postos de trabalho tem sido absorvida pelo regime simplificado de ’lay-off’ aprovado pelo Governo cabo-verdiano e em vigor há um ano, garantindo 70% do salário.

Segundo a mesma fonte, os hotéis continuavam a empregar no final de 2020 o maior número de trabalhadores, representando cerca de 70,9% do total do pessoal ao serviço, seguindo-se as pensões (14,1%) e as residenciais (7,7%).

O INE aponta que a grande maioria do pessoal empregado no setor no final de 2020 era nacional (95,3%) e que 54,7% tinham contrato a termo e 36,7% contrato permanente, mas 8,6% desses trabalhadores não tinham qualquer contrato. Dos trabalhadores com contrato a termo, 48,1% era de um ano, 27,4% de seis meses e 24,5% tinham um contrato de apenas três meses.

Além de representar 25% do Produto Interno Bruto (PIB), com um recorde de 819 mil turistas em 2019, o turismo empregava mais de 20% dos trabalhadores em Cabo Verde antes da crise provocada pela pandemia. Em 2020, os hotéis de Cabo Verde, segundo dados anteriores do INE, perderam mais de 610 mil hóspedes face ao ano anterior.

Cabo Verde regista, desde o início da pandemia no país, em março de 2020, um total de 165 mortes associadas à covid-19 e 17.190 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, conclui a Lusa.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project