ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Ilha do Fogo passa a ser a única em Cabo Verde em estado de calamidade 15 Dezembro 2020

O Governo cabo-verdiano prorrogou por 30 dias o estado de calamidade na ilha do Fogo, devido à pandemia de covid-19, mas a descida de casos na Praia colocou a ilha de Santiago no estado de contingência, como o restante arquipélago.

Covid-19: Ilha do Fogo passa a ser a única em Cabo Verde em estado de calamidade

A decisão consta de uma resolução do Conselho de Ministros que entrou em vigor hoje, que constata “uma evolução muito positiva no município da Praia”, que já foi o principal foco da doença, mas que conta atualmente com apenas 29 casos ativos, “assim como uma relativa estabilização da situação nas demais ilhas do arquipélago”.

“Entende o Governo que as razões de fundo que levaram a que fosse decretada a situação de calamidade na ilha do Fogo ainda se mantêm, pelo que determina a sua prorrogação com fundamento na necessidade de minimizar os riscos de transmissão da infeção”, lê-se na resolução.

Nos três concelhos da ilha do Fogo, principal foco da doença atualmente em Cabo Verde, estão ativos 84 casos de covid-19, para um total nacional, à data de 14 de dezembro, de 211 doentes ativos.

“Por outro lado, entende o Governo que a evolução registada no município da Praia justifica que seja decretada a situação de contingência na ilha de Santiago, assim como prorrogar esta mesma situação nas demais ilhas do arquipélago”, prossegue a resolução, que destaca o “quadro particular” que se vive naquela ilha, onde os primeiros casos de covid-19 foram diagnosticados apenas em agosto.

“Deste modo, de forma a assegurar estabilidade das medidas adotadas anteriormente, a presente resolução mantém, no seu essencial, as regras atualmente vigentes para a situações de contingência e de calamidade”, prossegue-se na resolução.

O anterior estado de calamidade tinha sido decretado para as ilhas do Fogo e de Santiago, por um período de 30 dias, que terminou em 14 de dezembro.

Entre várias medidas, que envolvem o alargamento do horário de funcionamento de bares, esplanadas e restaurantes, o acesso às praias passa também a ser possível entre 06:00 e as 18:00 em todas as ilhas em estado de contingência, incluindo na Praia, pela primeira vez em vários meses.

Cabo Verde regista um acumulado de 110 mortos e 11.361 casos. A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project