Comunidade

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Macau prepara segunda ronda de testes a toda a população 03 Novembro 2022

As autoridades de Macau anunciaram hoje uma segunda ronda de testes de ácido nucleico à população, na sexta-feira e sábado, apesar da última ronda, que terminou esta manhã, não ter detetado qualquer caso de covid-19.

Covid-19: Macau prepara segunda ronda de testes a toda a população

Apesar de reconhecer que o território tem “um risco baixo de transmissão”, Leong Iek Hou, do Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus, disse que era necessária mais uma ronda para “reforçar a segurança comunitária”.

Toda a população terá de realizar um teste de ácido nucleico, com exceção das crianças com menos de um ano, explicou a responsável dos Serviços de Saúde de Macau (SSM), numa conferência de imprensa.

A segunda ronda vai permitir a Macau “retomar as atividades sociais e económicas” e “continuar a realizar eventos de grande envergadura”, disse Leong, dando como exemplo o 69.º Grande Prémio de Macau.

O Grande Prémio de Macau, que se realiza de 17 a 20 de novembro, vai ser marcado este ano pelo regresso de pilotos estrangeiros à competição.

“A não ser que haja alguma anomalia [na segunda ronda], não vamos ter mais rondas” de testes, garantiu Leong Iek Hou.

As autoridades de Macau completaram até às 11:00 de hoje (03:00 em Lisboa) uma ronda de testes de ácido nucleico a mais de 725 mil pessoas, sem terem encontrado mais nenhum caso positivo de covid-19.

A ronda foi lançada após a região ter detetado mais de uma dezena de novos casos de covid-19 na semana passada, incluindo uma mulher ’croupier’ de 43 anos, que levou ao encerramento do casino, hotéis, lojas e restaurantes do complexo MGM Cotai.

Na conferência de imprensa de hoje, as autoridades confirmaram que todos os hóspedes e trabalhadores puderam sair do ’resort’, situado na faixa de casinos entre as ilhas da Taipa e de Coloane, depois de terem testado negativo durante três dias seguidos.

Também hoje, as autoridades da cidade vizinha de Zhuhai detetaram mais dois casos de covid-19, um dos quais com uma eventual ligação a Macau, e alargaram o confinamento, que se prolonga durante pelo menos sete dias, a uma segunda área da cidade.

A autarquia de Zhuhai já tinha imposto na terça-feira um confinamento e uma ronda de testes de ácido nucleico no distrito de Gongbei, onde se encontram as Portas do Cerco, a principal fronteira entre Macau e a China continental.

O Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus revelou hoje que os dois casos positivos estiveram num centro comercial subterrâneo junto às Portas do Cerco.

Todos os habitantes de Macau que tenham passado pelo centro comercial desde sexta-feira devem realizar testes de ácido nucleico durante três dias consecutivos, disse o Centro, num comunicado.

Também a partir de hoje, todos os passageiros que apanhem um avião ou uma embarcação em Macau, com destino à China continental, têm de apresentar o certificado de teste de ácido nucleico com resultado negativo feito nas 24 horas anteriores.

Macau, que segue a política de casos zero imposta por Pequim, enfrentou em junho e em julho o pior surto de covid-19 desde o início da pandemia, com as autoridades a decretarem um confinamento parcial.

Desde o início da pandemia, a região administrativa especial chinesa registou seis mortes e mais de 2.573 casos, incluindo assintomáticos, de covid-19.

A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project