ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Oposição “arrancou quase que tirado a ferro” a sessão parlamentar de Abril 22 Abril 2020

O Grupo Parlamentar do PAICV denunciou, na manha desta terça-feira, que a sessão parlamentar de Abril, que arranca esta quarta-feira, “quase que foi tirado a ferro” por exigência da oposição. Esta defende a continuidade do funcionamento do parlamento, ainda que em estado de emergência.

Covid-19: Oposição “arrancou quase que tirado a ferro” a sessão parlamentar de Abril

O líder do Grupo Parlamentar do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, oposição) disse, segundo a Inforpress, que esta primeira sessão parlamentar de Abril deveria ter acontecido a 15 do corrente e que a “resistência muito forte do Governo e do grupo parlamentar que sustenta o executivo”, impossibilitou o parlamento de “cumprir regularmente o seu papel”.

Rui Semedo disse que o País não pode parar e que esta atitude de inviabilizar a sessão no início do mês coloca dúvidas quanto á possibilidade da realização de uma segunda sessão, que o mesmo considera ser “importante”, porquanto implica o debate com o primeiro-ministro, que “há muito tempo não tem havido”.

Reconhece que a crise provocada pela covid-19 está a ter consequências em toda a parte do mundo e que Cabo Verde não foge à regra pelo que entende ser necessário debater a pandemia para analisar as consequências no País, uma oportunidade para se esclarecer a opinião pública de uma forma mais profunda e para preparar Cabo Verde para melhores respostas.

Segundo a mesma fonte, admitiu que houve um grande esforço do Governo, mas critica as “falhas” havidas, afirmando mesmo que “situação do País não é boa, porque à medida que os casos vão aumentando”, vai-se perder a possibilidade do controlo da situação, o que implica que se corra atrás, quando, a seu ver, deveria estar à frente desta situação e contribuir de melhor forma para a sua prevenção.

Fez questão de ressaltar que o envolvimento de todos “só pode acontecer se todos forem ouvidos e tiverem a oportunidade de dar a sua contribuição, pelo que sugere um “debate responsável sem nenhuma preocupação de tentar apontar o dedo ao outro”, para poder discutir a situação do País, refere a Inforpress.

Cabo Verde conta desde segunda-feira com 68 casos positivos de covid-19, sendo 52 na ilha da Boa Vista, 14 na cidade da Praia, um no concelho do Tarrafal e um na ilha de São Vicente.

Dos casos confirmados, registou-se um óbito, um cidadão inglês de 62 anos, que se encontrava de férias na ilha da Boa Vista, e um doente recuperado.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project