SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: População praiense usa cada vez menos lavatórios públicos 13 Abril 2021

Os lavatórios públicos na cidade da Praia, estão a ser cada vez menos utilizados pela população praiense na higienização das mãos.

Covid-19: População praiense usa cada vez menos lavatórios públicos

Segundo escreve a Inforpress, numa volta esta manhã pela Cidade da Praia, constatou-se que quase todos os lavatórios públicos estão a funcionar normalmente, porém a maioria da população já não está a usá-los para higienização das mãos.

A Inforpress abordou alguns praienses que entravam no mercado municipal do platô e alguns estabelecimentos públicos, na Cidade da Praia, sobre o uso dos lavatórios públicos, mas a maioria diz que prefere usar o álcool-gel para a higienização das mãos.

Contudo, segundo a mesma fonte, o Inspetor-Geral das Actividades Económicas, Paulo Monteiro, garantiu hoje à Inforpress que a instituição que dirige tem estado “incansável” na fiscalização dos lavatórios e na higienização dos espaços públicos.

“A IGAE está sempre atenta na fiscalização dos lavatórios públicos e na higienização de qualquer estabelecimento, caso encontremos avaria ou falha no equipamento deixamos uma nota para que os responsáveis reponham o mais depressa possível”, explicou.

Paulo Monteiro assegurou que a IGAE tem estado a fazer fiscalizações “contínuas” juntamente com a Protecção Civil, Entidade Reguladora Independente da Saúde (ERIS) e a Polícia Nacional, cita Inforpress.

Conforme afirmou, os estabelecimentos e as instituições públicas têm estado a cumprir com as normas sanitárias, mas algumas instituições têm estado a moderar no desconfinamento.

“Nós estamos a tentar reforçar a mensagem para mostrar à população que ainda a situação não está controlada e por isso apelo a todos no cumprimento das normas sanitárias impostas pelas autoridades”, salientou.

Paulo Monteiro disse que a IGAE está sempre no terreno a fiscalizar e garantiu que estão a fazer o possível para controlarem a situação e mas considera que a evolução da pandemia da covid-19 está a ser preocupante, refere a notícia avançada pela Inforpress.

“A IGAE está a fazer a sua parte, mas também a população tem de consciencializar-se e fazer a sua parte. Neste momento é apelar e sensibilizar a todos sobre o comprimento das regras sanitárias, mostrando-lhes que a situação ainda não está controlada”, finalizou.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project