LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Portugal tem 8 casos suspeitos, vindos do norte de Itália — Mas não suspende voos 28 Fevereiro 2020

Portugal regista nas últimas 24 horas oito novos casos suspeitos, cinco no Hospital de São João (Porto), dois no Hospital Curry Cabral e um no Hospital Dona Estefânia (ambos em Lisboa), informaram na quinta-feira, 27, as autoridades sanitárias de Portugal.

Covid-19: Portugal tem 8 casos suspeitos, vindos do norte de Itália — Mas não suspende voos

Todos os internados em observação, seis mulheres, seis homens e duas crianças, chegaram ao país vindos do norte de Itália, segundo informaram na quinta-feira as autoridades sanitárias de Portugal, que passaram desde ontem (4fª, 26) a emitir um boletim diário do novo coronavírus.

A DGS-Direção-Geral de Saúde de Portugal evita, no entanto, tirar conclusões acerca da Itália, e em especial a região a norte, enquanto novo foco da doença.

A DGS Graça Freitas afirmou: “Tendo em conta a situação epidemiológica mundial, é necessário considerar a hipótese da importação de casos de doença de cidadãos provenientes da China ou de outras áreas com transmissão comunitária ativa”.

MS: Risco “considerado moderado a elevado” mas voos de Itália continuam

A ministra portuguesa da Saúde, Marta Temido, afirmou que “estão a ser feitos todos os esforços para garantir a melhor resposta” no caso de haver um surto coronavírus em Portugal — onde o risco para a saúde pública em Portugal é “considerado moderado a elevado”.

A ministra afastou, no entanto, a possibilidade de restringir as entradas no território português: “Neste momento não temos recomendações da Organização Mundial da Saúde nem do Centro Europeu de Doenças nesse sentido. Ainda ontem mesmo [terça-feira], os países que fazem fronteira a norte com a Itália optaram pela manutenção das fronteiras e do livre trânsito das pessoas. Vivemos num mundo onde as pessoas circulam e, portanto, temos de ter a consciência que isso comporta riscos”, disse.

Mais medo da gripe do que deste virus. Entretanto, há percepções divergentes em Portugal sobre o risco do Covid-19.

Há quem chame a atenção para as estatísticas: registaram-se mais de 3.300 óbitos no ano transato devido à gripe.

O site da DGS de Portugal, que de facto enfatiza o apelo à vacinação anti-pneumocócica, indica que em especial as pessoas portadoras de doenças crónicas devem vacinar-se no inverno. Fontes: Sites oficiais

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project