ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19/Santo Antão: Grande azáfama à volta do porto na retoma do transporte marítimo de passageiros 11 Maio 2020

O porto do Porto Novo acordou hoje sob uma grande azáfama de pessoas e viaturas, a marcar a retoma do transporte marítimo de passageiros entre São Vicente e Santo Antão, interrompido desde os finais de Março.

Covid-19/Santo Antão: Grande azáfama à volta do porto na retoma do transporte marítimo de passageiros

Um parque automóvel repleto de viaturas hiaces e taxis, fila longa de pessoas na compra de bilhetes de passagens e vendedeiras ambulantes à porta do caís foram as notas que assinalaram, esta segunda-feira, a normalização da linha marítima entre as duas ilhas vizinhas, cuja economia depende muito deste canal, um dos mais movimentados em Cabo Verde.

Em conversa com os vendedores ambulantes, que desenvolvem a sua actividade à volta do porto, disseram que receberam com “satisfação” a retoma do transporte de pessoas neste percurso, acreditando que as suas “vidas vão, certamente, melhorar a partir de agora”.

“O movimento de vendas começou fraco mas temos fé que, dentro de pouco tempo, tudo vai normalizar”, declarou a vendedeira de doces, queijos, frutas, Maria Reis, um dos vários operadores que, desde o dia 26 de Março, estavam em casa na sequência de uma série de medidas restritivas adoptadas pelo Governo para impedir o alastramento da covid-19.

A regularização da linha marítima entre São Vicente e Santo Antão responde, também, ao pedido das autoridades municipais nesta ilha, que vinham defendendo “a retoma urgente” do transporte de passageiros.

O ferryboat Chiquinho, com capacidade para o transporte de 400 pessoas, passa a efectuar duas viagens diárias entre São Vicente e Santo Antão no transporte de pessoas e mercadorias. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project