ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Testes para viajantes no sistema público de Cabo Verde baixa para 58 euros 01 Janeiro 2021

O Governo cabo-verdiano fixou a partir desta quinta-feira,31 de Dezembro, em 58 euros o valor a cobrar pelo Serviço Público de Saúde para testes PCR de despiste da covid-19 para passageiros com viagens internacionais.

Covid-19: Testes para viajantes no sistema público de Cabo Verde baixa para 58 euros

Conforme portaria conjunta entre os ministérios da Saúde e da Segurança Social e o das Finanças, publicada em Boletim Oficial, o novo preço fixo (6.500 escudos) vem substituir o valor máximo anterior, que vigorava desde setembro, que era de 100 euros (11.000 escudos).

“Esta atualização justifica-se pela dinâmica internacional de oferta dos insumos necessários à produção dos referidos testes e, consequentemente, reflete a dinâmica no mercado nacional”, explicou o Governo citado pela Lusa.

Segundo o executivo cabo-verdiano, o novo preço, que vigora durante o período de pandemia, está sujeito a atualização pelos membros do Governo responsáveis pelas áreas das Saúde e das Finanças em função da atualização do preço máximo fixado pela Entidade Reguladora Independente da Saúde (ERIS) e da evolução dos custos de fatores de produção.

Além do teste PCR, Cabo Verde passou desde meados deste mês a aceitar resultados de testes rápidos de antigénio negativos à covid-19 para quem pretende entrar no país, realizado num período máximo de 72 horas, antes do embarque.

Estão excluídas da apresentação de testes moleculares (PCR ou outro) ou de antigénio as crianças menores de sete anos.

Os testes por PCR, ou testes moleculares, pesquisam ácido ribonucleico (RNA) do genoma do vírus SARS-CoV-2 para confirmar se, no momento de realização do teste, existe infeção, sendo conhecidos pela recolha de amostras através do nariz, com recurso a uma zaragatoa.

Custam, quando não são solicitados pelos serviços públicos de saúde, 60 euros a 100 euros e os resultados demoram várias horas a serem conhecidos, processados em laboratório.

Já os testes rápidos de antigénio pesquisam se o vírus está presente no organismo, com uma infeção ativa, ao procurar proteínas especificas do SARS-CoV-2, custando cerca de 20 euros para resultados que podem ser conhecidos em pouco mais de 30 minutos.

Cabo Verde suspendeu em março os voos internacionais regulares para o arquipélago, para conter a pandemia de covid-19, lembra a Lusa.

Mas a 01 de agosto abriu um corredor aéreo com Portugal para voos essenciais, com a obrigatoriedade de apresentação de testes negativos para covid-19 nos dois sentidos.

Desde 12 de outubro que o país reiniciou os voos comerciais internacionais, ao fim de quase sete meses, com os passageiros obrigados a apresentar testes negativos para a covid-19 com pelo menos 72 horas de antecedência da viagem, refere a mesma fonte.

Cabo Verde contava até quarta-feira com um acumulado 11.793 os casos positivos acumulados desde 19 de março, com registo de 112 óbitos e 11.526 casos considerados recuperados.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.806.072 mortos resultantes de mais de 82,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project