ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: Vaga Ômicron move-se para leste europeu 16 Fevereiro 2022

A Arménia, Azerbaijão, Bielorrússia, Geórgia, Federação Russa e Ucrânia "mais do que duplicaram" os casos de infeção devida à variante Ômicron "nas últimas duas semanas", avisa Hans Kluge, diretor europeu da OMS.

Covid-19: Vaga Ômicron move-se para leste europeu

A situação foi dada a conhecer durante uma reunião virtual com órgãos de comunicação social dos países de leste. Kluge destacou que "a vacinação continua a ser a melhor defesa contra doenças graves e morte". Como enfatizou: isto aplica-se "a todas as variantes atuais do vírus da Covid-19 que circulam".

O diretor europeu da OMS deixou uma mensagem forte de incentivo à vacinação: "Muitas pessoas em maior risco permanecem desprotegidas: menos de 40 por cento das pessoas com mais de 60 anos na Bósnia-Herzegovina, Bulgária, Quirguistão, Ucrânia e Uzbequistão completaram o plano de vacinação Covid-19".

"Aumentar taxas com urgência"

O diretor da Organização Mundial da Saúde para a Europa afirmou ainda que a Bulgária, Geórgia e Macedónia do Norte estão entre os países onde menos de 40 por cento dos profissionais de saúde receberam pelo menos uma dose da vacina.

"Apelo aos governos, autoridades de saúde e parceiros relevantes que avaliem de perto as razões locais para a menor procura e aceitação de vacinas e projetem intervenções personalizadas para aumentar as taxas de vacinação com urgência, com base em evidências específicas de cada contexto", exortou Hans Kluge.

Na região europeia da OMS, apontou Kluge, houve registo de "mais de 165 milhões de casos de Covid-19 até o momento. Esta é ainda uma doença mortal: 1,8 milhão de pessoas perderam a vida, 25.000 das quais na última semana".

Segundo Hans Kluge, "os sistemas de saúde estão sob pressão crescente, especialmente porque os casos entre os profissionais de saúde estão a aumentar, de 30 mil no final do ano passado para 50 mil em janeiro".

E avisou que "à medida que as necessidades de saúde aumentam, o número de pessoal disponível para prestar atendimento diminui", pelo que o risco de transmissão em ambientes de saúde cresce, agravando ainda mais o problema", rematou o responsável da OMS-Europa.

Fontes: OMS.org/SkyNews.co.uk/BBC. Dados compilados no site Worldometers indicam que a variante Ômicron avança na Europa de Leste.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project