REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19: "40.173 casos/dia— Aumenta por culpa dos testes", diz Trump — "Grave problema em 16 Estados pode chegar a todos", aponta Fauci 27 Junho 2020

O epidemiologista Anthony S. Fauci apelou ao trabalho em colaboração, na conferência de ontem (6ªfª, 26) após dois meses de silêncio. "A única maneira que temos para terminar isto é terminar isto juntos". No mesmo dia em que o país registou 40.173 novos casos, o mais alto de sempre e que superou o recorde da véspera, a Casa Branca marcou-se pelo discurso da negação: "Estamos a fazer progressos", disse o vice-presidente enquanto o presidente dizia que os números alarmantes se devem ao aumento de testes.

Covid-19:

Califórnia, Texas e Idaho estão entre os dezasseis Estados que registam uma nova aceleração no número de casos de infeção. São os que mais contribuem para tornar real a previsão feita há três meses por Fauci, também diretor do NIAID-Instituto Nacional das Alergias e Doenças Infecciosas: o país "corre o risco de vir a ter dentro de semanas entre 100 mil e 200 mil óbitos".

Uma previsão hoje indesmentível: os Estados Unidos registaram ontem 2,4 milhões de casos confirmados e mais de 125.000 óbitos. O país continua pois a figurar em 1º lugar no mapa global da pandemia de Covid-19.

O "grave problema" dos números que dispararam em 16 Estados "pode chegar a todos", aponta o epidemiologista, para quem "o vírus é que determina o seu timing. Podemos tentar atuar sobre (esse timing) combatendo o vírus", afirmou Fauci ao lamentar o "muito tempo perdido a negar a seriedade da situação".

O epidemiologista voltou a repetir o que disse há três meses: a situação pode ser contornada com um plano simples, em que a testagem é central: "Ação rápida nas áreas onde as taxas de infecção são elevadas. Nas outras, incluindo as que têm muito poucos casos, fazer testagem, identificação, isolamento e quarentena radical para as pessoas infectadas".

As medidas elencadas por Fauci foram cruciais para o que o vice-presidnete classificou como "progresso extraordinário" nos primeiros focos do coronavírus, como Nova Iorque e Nova Jérsia. Aliás, estes dois Estados perante o novo surto acelerado no Alabama, Arkansas, Arizona, Flórida, Carolina N e Carolina S, Texas e Utah impuseram a obrigatoriedade de quarentena para os viajantes entre esses Estados.

Mais testes entre os jovens

A médica Deborah Birx, coordenadora da emergência do coronavírus, apelou aos jovens para que continuem a fazer o teste.

"Dantes dizíamos aos mais jovens para ficarem em casa, agora estamos a dizer-vos para irem fazer o teste".

A "grande mudança" trazida pela testagem, disse a médica, vai permitir saber quem são os assintomáticos e "os casos de doença moderada que dantes não tínhamos como encontrar".

O país ciom o mais elevado número de testes realizados, 31.354.678, hoje, não é o primeiro mundial em testes, como tanto apregoa continuamente o presidente Trump. Basta consultar os mapas para se confirmar que os Estados Unidos, com 94.733 testes por milhão de habitantes, figuram em 10º lugar no mapa mundial.


Abrimos rápido demais

O Dr Fauci avança uma explicação para os números altos: "houve regiões que abriram um bocadinho mais cedo do que deviam", houve outras que o fizeram em tempo razoável, mas acabaram por negligenciar as normas" tanto coletivamente como a nível individual.

Para já, confrontados com o alarme dos números da Covid-19, o Texas, Flórida, Arizona estão entre os Estados que tiveram de recuar nas medidas de desonfinamento, ou adiar a abertura da economia.

Estimativas indicam números a multiplicar por dez

"As pessoas estão a contagiar umas às outras. E há umas mais vulneráveis", avisou o responsável pela condução do painel da Covid-19 na Casa Branca.

Tal como Fauci, as autoridades da Saúde americanas preveem que os números oficiais estão aquém da realidade e que os totais de "casos de contágio e óbitos são dez vezes mais altos".
..
Fontes: BBC /NYT/OMS/Worldometers /Outras referidas. Foto do habitual briefing de 6ªfª na Casa Branca.......sem máscara, na linha de Trump.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project