INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19 em França: Máscaras cirúrgicas para todos, mas não para pessoal da Saúde 03 Maio 2020

Os profissionais da Saúde estão indignados não só com a autorização dada às grandes superfícies para a venda de milhões de máscaras cirúrgicas, mas também se perguntam onde "estavam essas máscaras quando nos serviços de Saúde os profissionais caíam [doentes de Covid] por falta desse equipamento". Pedem uma investigação sobre o grande comércio que suspeitam ter escondido as máscaras para fins de especulação, durante a situação de emergência pandémica.

Covid-19 em França: Máscaras cirúrgicas para todos, mas não para pessoal da Saúde

Os franceses têm de usar máscara em todo o espaço público e estão sujeitos a multas se, a partir do dia 11, não os utilizarem nos transportes coletivos e em espaços onde o distanciamento físico de dois metros se torna impossível.

O governo deu carta-branca às grandes superfícies para a venda de máscaras cirúrgicas, alarga-se os espaços de venda que até esta semana se limitava a farmácias e algumas pequenas lojas autorizadas.

O busílis da questão é que os serviços de Saúde ao longo deste tempo têm enfrentado grande penúria destes protetores: "Onde estavam essas máscaras quando, nos serviços de Saúde, os profissionais caíam [doentes de Covid] por falta desse equipamento?"

Por isso os profissionais suspeitam que os grandes comerciantes andaram a esconder os seus stocks, guardando-os para venda com especulação ao grande público. Decerto, dizem, porque o governo não zelou pelo interesse do setor da Saúde.

"Como é que os nossos pacientes, em especial os mais vulneráveis, a quem ontem dizíamos que não podíamos dar-lhes uma proteção adaptada, vão compreender que aquilo que ontem não existia hoje existe em enorme abundância? Cem milhões aqui, cinquenta milhões ali. Só nos ocorre dizer que isto é o cúmulo da indecência", lê-se no comunicado emitido hoje (sábado, 2) em conjunto pelas sete ordens profissionais da Saúde — Médicos, Enfermeiros, Farmacêuticos, Cirurgiões-Dentistas, Fisioterapeutas, Podólogos, Parteiras. Fontes: Le Figaro/RT France/

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project