INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid-19 no Peru agudiza crise política — 4 mil óbitos em 24 H, país é 3º em letalidade 15 Agosto 2020

Quatro mil mortos num só dia: o Peru atingiu na quinta-feira, 13 o número mais alto de infeções e óbitos por dia em dois meses. A pandemia é mais um flagelo no país a braços com mais um confronto entre o legislativo e o executivo que levou o presidente da República a demitir o primeiro-ministro contra quem no dia 4 o parlamento aprovou uma moção de censura, sobretudo pelo insucesso no combate à Covid-19.

Covid-19 no Peru agudiza crise política — 4 mil óbitos em 24 H, país é 3º em letalidade

O presidente peruano, Martin Vizcarra, nomeou no dia 6 o general reformado e ministro da Defesa Walter Martos, de 62 anos, para novo primeiro-ministro, em substituição de Pedro Cateriano que só esteve 22 dias no cargo (15-7 a 6-8).

O Peru regista hoje (sábado, 15) 507.996 infeções e 25.648 óbitos. A taxa de letalidade é 777 por milhão de habitantes, a terceira mais alta do mundo, depois de San Marino (1.266) e da Bélgica (866), seguidos do Reino Unido (703) e da Espanha (611).

A aceleração dos casos de Covid-19 na América Latina — hoje a região mais afetada no mundo — começou em maio, pouco mais de um mês após o primeiro caso registado no Brasil, importado de Itália. A partir de 20 de maio, o Peru era o segundo país latino-americano infetado com mais de cento e onze mil casos e 3.148 óbitos, seguido do México com 62.527.

Crise política é constante

O confronto entre os poderes legislativo e executivo expressa-se na curta duração dos mandatos dos primeiros-ministros. Só nos últimos quatro anos, já são sete:

Fernando Zavala: 28.jul.016 a 17.set.017; Mercedes_Aráoz 17.set.017 a 02.abr.018; César Villanueva: de 02.abr.018 a 08.mar 019; Salvador del Solar: de 11.mar a 30.set. 2019. (Este prometedor candidato na eleição presidencial de 2021, destaca-se por ter em 24.dez.017 apresentado demissão do cargo de ministro da Cultura, em desacordo com o perdão a Alberto Fujimori concedido pelo presidente Kuczynski três dias antes); Vicente_Zeballos: de 30.set. a 15.jul.020; Pedro Cateriano: de 15.jul a 6.ago.020; Walter Martos: desde 6.ago.

Fontes: Le Monde/El Clarín/...Relacionado: Covid-19 na América Latina, 24.mai.020. Fotos (DPA/AFP): Presidente atual da República do Peru. Sanitização por técnicos municipais na fronteira com a Bolívia.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project