INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid na China: Wuhan vai testar os 11 milhões de habitantes após novos casos 13 Maio 2020

As autoridades de Wuhan anunciaram hoje (terça-feira, 12) que arranca na próxima semana a testagem dos 11 milhões de habitantes da capital de Hubei. Um mês sem registo de casos, no fim de semana ressurgiram seis novos a anunciar a temida segunda vaga.

Covid na China: Wuhan vai testar os 11 milhões de habitantes após novos casos

A ideia de que a pessoa infetada e recuperada fica imune ao coronavírus volta a ser desafiada. Desta vez em Wuhan, a cidade que é o epicentro do surto desde fins do ano passado.

Há cerca de um mês foi na Coreia do Sul que se deu o ressurgimento do coronavírus em pacientes a quem tinha sido dada alta médica. Uma das hipóteses com que a investigação em curso trabalha é que se trate de uma reativação do vírus e não de uma nova infeção.

"91 é só o começo. O número vai aumentar", alertou o professor Kim Woo-Joo, do departamento de doenças infeciosas do Korea University Guro Hospital.
O perito epidemiologista acredita que se trata de uma reativação do vírus e não de uma re-infecção no país que chegou a figurar como o mais atingido depois da China. Mas a Coreia do Sul conseguiu dominar a situação.

Outra hipótese que tem sido avançada é que os resultados dantes positivos tenham sido falseados por testes pouco fiáveis.

Ao longo destes três meses, notícias correram sobre reenvios de encomendas porque os testes mostraram ser inadequados. Recorde-se ainda os casos de pessoas cujo teste foi inconclusivo (com presidente Bolsonaro, por exemplo…).

Fontes: BBC/SCMP. Foto: Na China, a cidade de Wuhan onde tudo começou em dezembro, regressou à vida a 28 de março, ao fim de mais de dois meses fechada. Seis semanas depois, tem-se que tudo possa recomeçar.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project