REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Covid nos EUA: Mais de meio milhão de óbitos — Presidente Biden: "Temos de honrar os mortos e cuidar dos vivos" 24 Fevereiro 2021

"Temos de criar resiliência diante do nosso luto", disse o presidente Biden na comunicação televisiva ao país, a assinalar o dia em que o país enlutado ultrapassou o meio milhão de mortes por Covid-19.

Covid nos EUA: Mais de meio milhão de óbitos  — Presidente Biden:

Os media destacam que o discurso de Joe Biden foi carregado de mais emoção do que qualquer outra homenagem presidencial sobre tragédias em que o país esteve envolvido. Um facto que relacionam com as perdas profundas na vida pessoal —como a morte da primeira esposa e dois filhos — que acompanharam a sua carreira política de 50 anos.

Este é um flagelo que em menos de onze meses, desde março, já matou mais americanos que todas as guerras do século XX em que os Estados Unidos estiveram envolvidos.

Mais que na Grande Guerra, Segunda Guerra Mundial e Guerra do Vietname combinadas. O país conta apenas 4,25 por cento da população global, mas regista 20% das mortes de Covid a nível mundial.

Na cerimónia transmitida a partir da Casa Branca, e solenizada pelas velas acesas, Biden disse: "Temos de, em memória das vítimas, evitar a ideia de que cada morte é só um número numa estatística, um minuto no noticiário. Temos de fazê-lo também para darmos atenção aos vivos que sofrem".

Centenas de milhares de bandeiras

Em memória das vítimas, o artista texano Shane Reilly criou no relvado da sua casa, em Austin uma composição em que cada bandeirinha marca uma pessoa do Texas que morreu do flagelo, desde o primeiro óbito em 17 de março do ano 2020.

A motivação? Ele explicou-a ao NYT: "Tenho um filho com doenças imunossupressoras. Moramos numa esquina por onde todos passam. Todos os dias vi gente a passar diante da minha casa sem máscara, a fazer a sua vida como se não fosse nada, de todo inconscientes do que se passa".

"As pessoas estão como que a dormir, sem dar qualquer atenção às mensagens de proteção, de usar gestos-barreira. Quis despertá-los para o que se passa. Primeiro plantei 150 bandeirinhas, por cada vítima no Texas, infelizmente foi crescendo e agora já está em mais de uma centena e meia de milhares de mortes no Texas", disse o artista texano.

Na segunda-feira os Estados Unidos somaram mais mortes por Covid-19, em onze meses, mais que nas três maiores guerras do século XX, todas somadas.

Fontes: The New York Times/AP. Fotos (AP/NYT): Discurso do presidente Biden na Casa Branca, em homenagem aos 500.000 americanos mortos devido à Covid-19o presidente Joe Biden. O presidente Joe Biden e Jill Biden, a vice-presidente Kamala Harris e Doug Emhoff.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project