NOS KU NOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Capital: Quatro detidos no aeroporto da Praia por suspeitas de crimes de porte de arma de fogo, posse de droga e testes falsos de Covid-19 - Estão envolvidos um francês e um alemão 26 Abril 2021

A Polícia Nacional de Cabo Verde deteve durante o fim de semana quatro pessoas no aeroporto da Praia, entre os quais um alemão e um francês, por suspeita de vários crimes quando tentavam viajar, informou hoje aquela força policial. Em causa estão porte e uso ilegal de arma de fogo, posse de drogas e transporte e uso de testes alegamente falsos de Covid-19.

 Capital: Quatro detidos no aeroporto da Praia por suspeitas de  crimes de porte de arma de fogo, posse de droga e testes falsos de Covid-19 -  Estão envolvidos um francês e um alemão

Segundo a Lusa, a Polícia Nacional de (PN) de Cabo Verde informou em comunicado que as detenções foram feitas pela Direção de Estrangeiros e Fronteiras – Divisão de Fronteiras, durante os procedimentos de controlo de passageiros e dos voos nacionais e internacionais no Aeroporto Internacional da Praia “Nelson Mandela”.

Nessas operações, foram detidos quatro cidadãos em flagrante delito, sendo um cabo-verdiano por porte e uso ilegal de arma de fogo e tentativa de transporte ilegal e não autorizado de arma de fogo num avião, com destino à ilha da Boa Vista.

Também foi detido um cidadão de nacionalidade alemã, por ter na sua posse dois embrulhos com ervas, que indiciam ser estupefacientes (canábis), durante os procedimentos do voo com destino à ilha do Sal.

O terceiro detido é um cidadão de nacionalidade francesa, por posse e uso de testes Covid-19, que segundo a polícia, “com fortes indícios de ser fraudulento”, no voo com destino a Lisboa -Portugal.

Ainda segundo revela a Lusa, durante a operação, as autoridades cabo-verdianas detiveram uma cidadã com dupla nacionalidade, cabo-verdiana e norte-americana, por se caracterizar como passageira desordeira e ainda por desrespeito e desacato ao agente de autoridade, no voo com destino aos Estados Unidos.

Nessa operação, a PN apreendeu ainda uma arma de fogo, três munições de calibre 6.35, dois embrulhos contendo canábis, o teste fraudulento e aplicou um total coima de 220 mil escudos (1.996 euros) a 21 cidadãos estrangeiros por ultrapassar o tempo de estada autorizado e por estada irregular no território cabo-verdiano.

Os detidos vão ser apresentados às instâncias judiciais competentes para conhecerem as medidas de coação, conclui a fonte referida.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project