NOS KU NOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Criminalidade na Praia: Preso mais um dos assaltantes com violência à mão armada num estabelecimento comercial de Terra Branca 21 Maio 2020

O Tribunal da Comarca da Praia deve ouvir, esta quinta-feira, num primeiro interrogatório, um jovem, de 19 anos, detido, pela PJ, na Zona da Tira Chapéu da cidade da Praia. O mesmo é suspeito de ter cometido vários crimes graves, com destaque para os de homicídio tentado e roubos com assalto à mão armada num estabelecimento comercial de Terra Branca, junto de mais quatro ladrões que já se encontram em prisão preventiva na Cadeia Central de São Martinho.

Criminalidade na Praia: Preso mais um dos assaltantes com violência à mão armada num estabelecimento comercial de Terra Branca

Em comunicado remetido ao ASemanaonline, a Polícia Judiciária confirma a operação, através da Secção de Investigação de Crimes Patrimoniais confirma (SICP) – Brigada de Combate ao Banditismo, em cumprimento de um mandado do Ministério Público. Garante que deteve, quarta-feira, 20, fora de flagrante delito, um indivíduo do sexo masculino, de 19 anos, residente em Tira Chapéu, Praia, «suspeito da prática, em co-autoria, de um crime de homicídio tentado; dois crimes de roubo agravado, com uso de violência sobre pessoas; um crime de armas e um crime de ofensa simples à integridade física, ocorridos no passado dia 15 de outubro de 2019, num estabelecimento comercial, na localidade da Terra Branca».

A PJ esclarece que o detido faz parte de um grupo de cinco indivíduos que, aquando do cometimento dos crimes, terá usado de uma arma de fogo para obrigar as vítimas a lhes entregarem quantias da caixa registadora em dinheiro, telemóveis e uma mochila. Descreve que, na posse dos objetos, os suspeitos ter-se-ão posto em fuga do local do crime.

O suposto jovem assaltante será presente, esta quinta-feira, 21, ao Tribunal da Comarca da Praia, para efeito do primeiro interrogatório judicial de arguido detido e aplicação de medidas de coação pessoal.

«Outros quatro envolvidos na prática desses crimes já haviam sido detidos, em dezembro de 2019 e abril de 2020, tendo o Tribunal lhes aplicado como medidas de coação Prisão Preventiva», lê-se no comunicado da Judiciária. Foto: Arquivo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project