SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Criminalidade no Sal: TIR com interdição de saída a cidadã portuguesa por crime de burla agravada e falsificação de documentos 12 Abril 2018

O Tribunal da Comarca do Sal acaba de aplicar, como medida de coação, Termo de Identidade e Residência -TIR com a interdição de saída de Cabo Verde, a uma portuguesa que foi detida e acusada por ter cometido, no ano passado, crimes de burla agravada e falsificação de documentos na cidade dos Espargos.

Criminalidade no Sal: TIR com interdição de saída a cidadã portuguesa por crime de burla agravada e falsificação de documentos

Em nota, a Polícia Judiciária confirma que foi através do Departamento de Investigação Criminal do Sal – DICS – que deteve, esta terça-feira, 10, fora de flagrante delito, a referida cidadã portuguesa. Esta tem de 37 anos e é acusada da presumível autoria de um crime de burla agravada e falsificação de documentos, praticado, entre agosto e setembro de 2017, na cidade dos Espargos.

Segundo descreve a mesma fonte, após a prática de tais crimes, a suspeita fugiu para cidade da Praia, onde foi localizada e detida pelas autoridades cabo-verdianas.

«A detida que foi conduzida sob custódia, ainda na terça-feira, à ilha do Sal, foi presente, na manhã desta quarta-feira, 11, às autoridades judiciárias locais, para o primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação». O Tribunal aplicou-lhe Termo de Identidade e Residência, com a apresentação periódica às autoridades, interdição de saída de Cabo Verde e apreensão do seu passaporte.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project