MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Crocodilo ’Bin Laden’ matou 10% de população em aldeia do Uganda 16 Junho 2021

O crocodilo, com nome de Bin Laden ( ex-líder do movimento islmáco terrorista) , tornou-se o devorador de homens mais temível na região do Lago Vitória: entre 1991 e 2005, ’Osama’ exterminou 10% da população da aldeia de Luganga. Segundo os aldeãos, o temível crocodilo antropófago exterminador, enfim capturado, não teve porém a punição que merecia.

Crocodilo ’Bin Laden’ matou 10% de população em aldeia do Uganda

O predador nilótico com voraz apetite por carne humana exterminou aldeãos, dos doze aos 82 anos de idade. Viveu boa parte dos seus oitenta anos de idade no Lago Vitória, onde nasce o Nilo, até ser capturado em 2005 e, por fim, conduzido a uma fábrica de peles.

A aldeia guarda memória das vítimas ao longo de quase trinta anos. Pungente memória de um rapazinho de doze anos que foi buscar água. Um ancião, octogenário, que pescava na margem. Pescadores na faina tiveram o seu barco revirado e desapareceram nas fauces temíveis do monstruoso réptil.

Até houve pescadores a serem devorados dentro da sua piroga: na mira de carne humana, ’Osama’ não hesitava em saltar para dentro da embarcação.

A caçada: em março de 2005, uma caçada ao ’Osama’ incluiu funcionários da Autoridade para a Vida Selvagem do Uganda/Uganda Wildlife Authority e aldeãos de Luganga. Uma missão de cinquenta homens.

Os preparativos incluíram, como isco, um par de pulmões de um bovino, que foi armadilhado com uma mordaça de cobre. O isco foi depositado no "Matadouro", o lugar onde o crocodilo se escondia antes de atacar.

O crocodilo antropófago não resistiu ao isco. Mordeu os bofes e a mordaça de cobre prendeu-lhe os dentes e foi içado por cordas até uma árvore próxima. A foto mostra-o vivo na caixa aberta do veículo que o ia conduzir ao seu destino final, o Uganda Cros Limited. Os aldeãos ainda lamentam que o temível crocodilo antropófago exterminador não tenha tido a punição que merecia pela morte das oitenta e três pessoas.

Consta que o ’Osama’ passou os seus últimos cinco anos de vida nas instalações do Uganda Cros Limited — que processa as peles dos 5.000 crocodilos que tem em média em stock por ano.

Nessa unidade de criação e processamento, ’Osama’ era alimentado com frangos. Segundo o proprietário Alex Mutamba "todos os crocodilos do Nilo como o ’Osama’ comem um ser humano que se aventurar no seu território. Mas os nossos crocodilos estão bem seguros aqui, garanto que ninguém deve preocupar-se".

Entretanto, suscitou revolta entre os ambientalistas o facto de que ’Osama’ foi usado como reprodutor da espécie.


Anda por aí, a calçar ’socialites’

A pele de crocodilo é, pela sua qualidade superior, alvo de muita procura na indústria de luxo. Desde malas e carteiras a sapatos e cintos e até mobiliário, a pele é tratada para satisfazer gostos de uma clientela que pode pagar até milhares de euros por um par de sapatos.

O temível predador reptilossauro dos rios e lagos de África, mas também de outras fontes como o Vietname, é alvo de procura nos mercados da indústria de luxo na Europa e Estados Unidos.
— -

Fontes: India Times/BBC. Foto (Getty): Enfim capturado o crocodilo Osama, como Bin Laden. O sauro caçador do Nilo, que devorou 83 pessoas da aldeia de Luganga, terminou caçado antes de virar calçado. A memória da martirizada aldeia de Luganga ainda lamenta que o temível crocodilo antropófago exterminador não tenha tido a punição que merecia pela morte das oitenta e três pessoas.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project