CULINÁRIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Culinária Infantil 18 Junho 2011

Quantas vezes a criança ouve: “Não brinques com a comida”! Significa: “É hora de comer, não demores nem distraias …” Porém, olhar às frutas e aos legumes e encarar formatos pedagógicos, não é tão difícil. Com os alimentos, as crianças e os adultos divertem-se interagindo com segurança e determinação. A partir de agora temos permissão para pegarmos dos alimentos mais saudáveis da natureza e moldá-los de acordo com a imaginação das crianças. A matéria - prima são os legumes e as frutas do nosso quotidiano. Deixamos alternativas para tornar o prato da sua criança mais atractivo. Verifiquemos!

Culinária Infantil

Antes de mais preocupar-se com a segurança da criança na cozinha.

Ter um adulto por perto sempre que pretende acender o forno ou mexer em travessas quentes; quando ligar um electrodoméstico na tomada; quando usar uma faca; no mexer das panelas no fogo, etc.

Umas das coisas importantes que os seus filhos devem aprender, é estar numa cozinha, e principalmente saber fazer algo para comer. Aprender a fazer pequenos docinhos, sandes, ou até mesmo algo mais elaborado (obviamente condizente com a idade dos mesmos), fará com que se tornem menos dependentes dos outros, aprendendo a fazer pequenas coisas com prazer.

Conselhos (aos homenageados) para evitar qualquer contratempo.

Evita quedas e escorregões antes de começares a preparar as tuas receitas, verifica se o chão está bem seco.

Tem sempre um adulto por perto. Vais precisar de ajuda para acender o forno e montar aparelhos eléctricos, como o processador ou batedor eléctrico. Pede também ajuda para separar os ingredientes. Assim, terás a certeza de encontrar e alcançar tudo o que precisas.

Capricha no visual.

Um avental e sapatos fechados protegem o teu corpo contra o fogo, a água e a sujidade. Se tens cabelo comprido, é uma medida de higiene e segurança prendê-lo. Todo cuidado é pouco ao usar a faca. Quando precisares cortar os ingredientes da tua receita, fica atento à faca e às tuas mãos. Assim, evitas cortes e pequenos acidentes. Sempre que puderes, utilize uma faca de mesa (aquela de ponta arredondada) ao invés das afiadas. Fica atento ao forno e ao fogão. O ideal é que fiques perto do aparelho somente o tempo necessário para preparar a tua receita. E lembra-te: nunca uses o fogo sem a ajuda de um adulto.

Hora da limpeza.

Tudo pronto? Lava tudo e organiza a cozinha, mas não abuses da água e da energia eléctrica. Durante a arrumação, evita deixar a torneira aberta e luzes acesas sem necessidade.

Outras dicas importantes!

Presta atenção nas medidas de cada receita. Um pouquinho a mais ou um pouquinho a menos podem estragar todo o trabalho;

Para evitar contratempos, selecciona todos os ingredientes e materiais que irás precisar e deixa-os prontos e arrumados antes de começar o preparo da receita;

Nunca manipules os alimentos sem antes lavar muito bem as mãos.

Rolinhos de salsicha

O que vais precisar:

  • 1 lata de salsichas médiasl
  • Fatias de queijo para derreter (mozzarela)
  • Fatias de bacon
  • Palitos

Como deves fazer: Nesta receita vais necessitar da ajuda de um adulto para te ajudar com o fogão. Vais precisar de uma frigideira anti aderente, daquelas que não deixam que os alimentos se peguem ao fundo. Primeiro abres a lata de salsichas com cuidado e escorres o liquido de forma a que consigas retirar as salsichas de lá de dentro. Reservas as salsichas.

Depois retiras aquela parte do bacon que se chama courato que não se deve comer, com a ajuda de uma tesoura. De seguida cortas o presunto e o queijo em fatias de largura igual ao comprimento das salsichas (com uma tesoura de cozinha). De seguida pedes ajuda a um adulto para levar ao lume a frigideira anti aderente com as salsichas e as tiras de bacon para que fritem um pouco.

Com cuidado retire as salsichas e as tiras de bacon e fazes o seguinte: numa tábua de cozinha dispões uma fatia de bacon, por cima pões uma fatia de queijo e por ultimo pões a salsicha, enrolas tudo e prende com um palito, formando assim um rolinho. Fazes isto a todas as salsichas. Agora tens de pedir novamente ajuda a um adulto, pois tens de levar os rolinhos ao lume novamente na frigideira anti aderente, para que o queijo derreta. Por fim dispões os rolinhos num prato e decoras com batatas fritas de pacote.

Sopa Fria

O que vais precisar:

  • 3 tomates médios maduros
  • Metade de um pimento verde
  • Metade de uma cebola
  • Meio dente de alho
  • Metade de um pepino
  • 6 tostas
  • Orégãos .
  • Sal, azeite e vinagre
  • 1 litro de água

Como deves fazer: Num copo misturador (liquidificador), ou numa tigela colocas todos os ingredientes partidos em pedacinhos depois de descascados. Temperas tudo com sal, azeite, vinagre e orégãos ao gosto de cada um, junta depois 1 litro de água fresca e pede ajuda a um adulto para passar tudo no misturador, ou passar tudo com a varinha mágica. Assim vais fazer a tua sopinha fria (passada).

Peixe Fingido

O que vais precisar:

  • 4 batatas cozidas
  • 1 lata de atum
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • 4 colheres de salsa picada
  • Sal

Como deves fazer: Esmaga as batatas com um garfo. Desfaz o atum e junta-o às batatas. Junta salsa, azeite e sal. Mistura bem. Dá uma forma de peixinho à mistura.

Rolos Cor-de-rosa

O que vais precisar:

  • 2 fatias grossas de fiambre
  • 1 caixa de queijo tipo creme
  • 8 palitos

Como deves fazer: Sobre uma tábua de cozinha, barra as fatias de fiambre com o queijo. Enrola cada fatia de fiambre já barrado com queijo e corta em 4 rolinhos mais pequenos. Espeta um palito em cada rolinho e serve-os num prato bonito.

Delícia de chocolate

O que vais precisar:

  • 1 lata de leite condensado
  • 2 pacotes de natas
  • 1 pacote de bolachas de chocolate

Como deves fazer: Bate as natas em chantilly com a batedeira. Junta o leite condensado e as bolachas esmagadas. Mistura tudo muito bem, deita numa tigela grande ou em tigelinhas pequenas e leva ao frigorífico durante 2 horas. Podes criar o que quiseres. Vê a figura e delicia-te.

Mini pizza

O que vais precisar:

  • 6 pães de hambúrguer
  • 1 embalagem de queijo mozzarela
  • 1 lata de polpa de tomate
  • 3 fatias de fiambre
  • Azeitonas pretas sem caroço
  • 1 fatia de salame
  • fatias de chouriço
  • Milho doce
  • Cogumelos de conserva laminados

Como deves fazer: Normalmente o pão já vem cortado ao meio, só tens de abrir com as mãos, pois a parte de baixo será a base das tua pizzas. Dispões as bases do pão num tabuleiro que possa ir ao forno. Depois com a ajuda de uma colher, espalhas uma camada de polpa de tomate sobre cada base de pizza. Em seguida cortas as fatias de fiambre em tirinhas finas e deitas por cima de cada pizza e cobres com uma camada de queijo ralado (mozzarela). Por fim cobres a camada de queijo com os ingredientes que mais gostas que podem ser por exemplo: azeitonas sem caroço, chouriço cortado em tirinhas finas, salame cortado em tirinhas finas, grãos de milho doce ou cogumelos laminados. Quando tiveres as pizzas já prontas, pedes ajuda a um adulto para levar o tabuleiro com as mesmas ao forno de modo a que as pizzas gratinem um pouco.

Batido tropical

O que vais precisar:

  • ½ L de leite (metade de um pacote grande)
  • 4 morangos
  • 2 bocados de coco fresco
  • Groselha a gosto
  • Açúcar a gosto

Como deves fazer: Retira a parte verde dos morangos e lava-os bem. Deita as frutas no copo de batidos, junta o leite, groselha e açúcar a teu gosto. Põe a tampa no copo e tritura tudo muito bem. Desliga o aparelho e deita o batido em copos altos, se gostares podes juntar algumas pedras de gelo. Também podes beber com uma palhinha. Dica: Se tiveres dificuldade em triturar o coco, podes utilizar o ralado.

Curiosidades

Sabes como surgiu o chapéu de cozinheiro?
Durante a Idade Média, na França, o trabalho de cozinheiro era visto com tanta importância que estes recebiam um título militar, o de officiel de bouche (oficial da boca). Dentro da hierarquia da cozinha, os chapéus brancos de alturas variáveis foram adoptados para identificar o posto exercido por cada um. Enquanto o chef usava sempre o mais alto de todos, os auxiliares mais simples usavam apenas um boné.

Sabias que ainda é desconhecida origem da manteiga?
Apesar de ser um dos alimentos mais corriqueiros, não se conhece a origem de manteiga. Presume-se que, juntamente com a coalhada, tenha surgido ainda na pré-história, quando o homem aprendeu a criar o gado. Os nomes em português (Manteiga) e em espanhol (Manteca) parecem derivar do sânscrito – manthaga – e foram introduzidos na Península Ibérica pelos celtas. Como alimento, apesar de pobre em proteínas, é valiosa porque é rica em vitamina A e encerra, ainda, bom teor de cálcio, fósforo e vitamina D. Para se produzir 1 kg de manteiga são necessários cerca de 20 litros de leite.

Sabias que o vício do jogo levou inglês a criar a sanduíche?
O simples sanduíche dos nossos dias originou-se na impossibilidade de um inglês, John Montague, Conde de Sandwich, deixar a mesa de jogo. Era de tal forma viciado, que passava dias e noites jogando. Para se alimentar, mandava preparar fatias de pão com presunto, que logo foram baptizadas com seu nome.

Salett Nogueira

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project