Presidenciais 2021

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

DGAPE disponibiliza materiais de mesa e para voto antecipado nos círculos eleitorais no estrangeiro 30 Setembro 2021

A Direção-Geral de Apoio ao Processo Eleitoral (DGAPE) começa a fazer a entrega dos materiais de mesa, nomeadamente pastas, kits de proteção contra covid19 e parte de boletim de votos, para os Círculos Eleitorais no Estrangeiro, especificamente para a Angola, São Tomé e Príncipe, Suíça e China. Tudo com o propósito de assegurar o normal funcionamento das mesas de assembleia de voto nas eleições presidenciais de 17 deste mês em Cabo Verde e na diáspora.

DGAPE disponibiliza materiais de mesa e para voto antecipado nos círculos eleitorais no estrangeiro

Conforme o site da DPAPE, os materiais para as assembleias de voto, isto é, as pastas, foram enviadas, desde semana passada, por DHL, juntamente com os materiais de proteção anti-covid19, com a exceção feita ao do álcool gel. Os boletins de voto foram enviados somente para a China e Suíça.

Também, na mesma semana, a DGAPE procedeu à entrega dos materiais necessários à votação antecipada e dos kits de proteção anti-covid-19 destinados à proteção dos membros das mesas de assembleias de voto no país e no estrangeiro.

Segundo aquele departamento tutelado pelo Ministério da Justiça, os kits de proteção anti-covid-19 são constituídos por cinco batas individuais, uma embalagem de toalhitas espessas com uma proteção de limpeza e desinfeção, dez máscaras cirúrgicas, cinco pares de luvas cirúrgicas e cinco viseiras.

A fazer fé na mesma fonte, fazem parte da lista de materiais necessários à votação antecipada, abarcados neste processo de envio, os envelopes brancos, as canetas de tinta indelével, os sacos de segurança, os equipamentos de proteção individual, denominados de EPI (incluindo: batas, óculos, toca de cabelo, toca para os sapatos, máscaras cirúrgicas e luvas cirúrgicas) e as garrafas de gel alcoólico de 1litro.

Estes materiais foram enviados, via marítima, através da Cabo Verde Interilhas. Foram entregues aos representantes das Câmaras Municipais responsáveis pelo processo de votação antecipada de cada concelho pelos colaboradores da Direção-Geral.

A DEGAP, é um órgão público responsável pela administração eleitoral permanece numa atividade continua, de gerenciamento e da logística do processo. No entanto, dentre as atividades da logística, encontra-se a disponibilização de materiais para as eleições presidenciais.

Recorde se que, de acordo com o caderno eleitoral publicado pela Direção Geral de Apoio ao Processo Eleitoral (DGAPE), quase 400 mil cabo-verdianos estão inscritos para votar, tanto no país como na diáspora, nas eleições presidenciais de 17 de outubro.

Génese Marlise de Moura/Redação

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project