MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Delegada condecorada acaba despedida por ’trolar’ apreensão 02 Outubro 2020

Um vídeo humorístico valeu a uma chefe da polícia brasileira a exoneração do cargo. O vídeo mostra a delegada Juliana Amorim, da Polícia Civil do Rio de Janeiro, a posar como na foto, com os produtos estupefacientes apreendidos na 2ªfª, 28. Seguem-se a apresentação de uma algema e a frase "53ª DP manda em tudo". Os superiores hierárquicos exoneraram-na ao fim de três dias: a Polícia Civil afirma que o cargo não permite ’ficar fazendo gracinha ou piada’.

Delegada condecorada acaba despedida por ’trolar’ apreensão

Em comunicado, a coordenadora-geral das delegacias especializadas em atendimento à mulher, da Polícia Civil do Rio de Janeiro anunciou nesta quinta-feira a exoneração da delegada Juliana Emerique de Amorim.

Recém-chegada à 53ª Delegacia Policial, na Baixada Fluminense, a delegada publicou na rede social Tik Tok um vídeo humorístico com uma apreensão de drogas realizada esta semana.


Trol, trolar, troll

Na linguagem da Internet, o trol é a pessoa que tem o hábito de sistematicamente desestabilizar uma discussão, provocar e enfurecer as pessoas nela envolvidas.

O troll é uma figura mitológica na Escandinávia, o qual se carateriza por pregar partidas aos humanos, mas também aos deuses.

Nem o próprio deus dos deuses nórdicos escapou a ser trolado. O supremo Odin dirigiu-se ao líder dos trolls à procura da solução para que a ordem vença o caos. O rei dos trolls respondeu: "Dê-me um olho seu que eu lhe digo". Odin arrancou um olho e entregou-lho. O trol respondeu: "O segredo é manter os dois olhos bem abertos".

Fontes: Globo/ https://noticias.r7.com//Dicionários e Enciclopédias.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project