LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Detida mulher angolana por queimar três filhos como forma de castigo 16 Dezembro 2022

A Polícia angolana deteve, em Luanda, uma mulher acusada de queimar três filhos, com recurso a água quente, porque os mesmos terão alegadamente comido a comida do marido, padrasto das crianças.

Detida mulher angolana por queimar três filhos como forma de castigo

De acordo com o porta-voz do comando provincial da Polícia de Luanda, Nestor Goubel, foram vítimas três crianças de cinco, dez e 12 anos.

A mulher, de 47 anos, é acusada do crime de maus-tratos a menores, tendo o caso sido denunciado à polícia pela irmã mais velha das crianças, acrescentou o porta-voz da Polícia de Luanda.

Nestor Goubel frisou que o facto ocorreu na terça-feira passada, às 18:00, no interior da residência, quando a acusada se apercebeu que os filhos haviam comido a galinha, que seria para o seu marido, padrasto das crianças.

“A acusada irritada agrediu-os fisicamente e de seguida arremessou-lhes água quente provocando-lhes queimaduras na região do pescoço, dedos da mão esquerda e nádega dos menores”, detalhou o porta-voz da polícia.

A acusada encontra-se detida e será presente ao Ministério Público para os devidos procedimentos.

O porta-voz da polícia sublinhou que este é um assunto para reflexão da sociedade.

Este é um assunto para reflexão, uma atitude reprovável, e obviamente que ela é presumível autora desse crime, está a ser acusada, mas a ser comprovado, vai sentir a mão pesada da lei”, observou.

A Semana com Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project