REGISTOS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Dez cadáveres encontrados em barco sobrelotado ao largo da Líbia 18 Novembro 2021

Dez cadáveres de migrantes, que terão sufocado até a morte, foram encontrados a bordo de uma embarcação sobrelotada, juntamente com 99 sobreviventes, na costa da Líbia, anunciou a organização Médicos sem Fronteiras (MSF).

Dez cadáveres encontrados em barco sobrelotado ao largo da Líbia

O navio da MSF, o Geo Barents, fez o resgate dos migrantes na noite de terça-feira, de acordo com a organização não-governamental (ONG). "No fundo do barco de madeira sobrecarregado, dez pessoas foram encontradas mortas. "Dez mortes evitáveis. Dez pessoas que morreram sufocadas, após 13 horas à deriva no mar. A rota mais mortal do Mediterrâneo. Como podemos aceitar isso em 2021?", questiona a ONG, citado pela Agência Lusa.

De referir que dezenas de milhares de pessoas tentam chegar à Europa atravessando o mar Mediterrâneo a partir da Líbia ou da Tunísia, geralmente para chegar a Itália. Essa jornada é extremamente perigosa, pois pelo menos 1.236 pessoas já morreram este ano durante a travessia, contra 858 no mesmo período de 2020, segundo Flavio Di Giacomo, da Organização Internacional para as Migrações (OIM), citado pela mesma fonte.

"A operação de salvamento do Geo Barents, provavelmente, evitou mais baixas. o navio Geo Barents transporta atualmente 186 pessoas, entre mulheres e crianças, a mais nova com 10 meses e muitos deles estão traumatizados devido à sua terrível provação", disse a ONG, que pediu um porto seguro para os poder desembarcar, sublinhando a necessidade de reforçar as patrulhas no mar.

Ainda, de acordo com a Lusa, mais de 59.000 requerentes de asilo chegaram à costa italiana este ano, 50% a mais que no ano passado, mas longe dos números daqueles que arriscaram as suas vidas em barcos frágeis de contrabandistas entre 2014 e 2017.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project