INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Di-versão: "Drone iraniano abatido" em Ormuz que Irão desmente 21 Julho 2019

A versão de Washington que o próprio Trump veiculou nos noticiários é que o aparelho foi abatido na quinta-feira, 18, ao aproximar-se de um navio americano no Estreito de Ormuz. O Irão que desmente — “Nenhum drone iraniano está fora da sua base” – confirma no dia seguinte que apreendeu no mesmo local um petroleiro britânico.

Di-versão:

É a contradição que marca o alegado incidente que os EUA dizem existir e o Irão nega redondamente.

Dum lado, há a versão americana de um drone abatido ao ameaçar um navio americano no Estreito de Ormuz que é a porta de entrada e saída dos petroleiros que carregam um quinto do total do petróleo global.

Do outro, há a versão iraniana que nega ter feito descolar qualquer desses aparelhos não-tripulados. "Todos os drones estão na sua base”, afirma Teerão.

Isto ocorre a menos de um mês do incidente em que o Irão abateu um drone militar dos EUA e Trump, que prometeu ripostar, recuou no último momento — para grande deceção dos homens da indústria de armamento, que já esfregavam as mãos ante a perspetiva de bons negócios. Como que a dar razão à filha do presidente, Ivanka Trump, que disse na cimeira do G8 em Osaka, no fim do mês passado: "A indústria do armamento está dominada pelos homens". Será que a ouviram?

Fontes: Washington Post/BBC/Le Monde/N Y Times. Foto: Navio petroleiro do Reino Unido apreendido à saída do Golfo, no Estreito de Ormuz na 6ªfª, 19. Drone americano do tipo que o Irão anunciou ter abatido em 21 de junho. LS
Relacionado: EUA-Irão: Trump emenda a mão e anula ataques militares no último minuto, 22.jun.2019

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project