ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Dia Internacional da Juventude: Presidente da JAPI considera que os jovens são os mais afetados pelo desemprego em Cabo Verde 12 Agosto 2022

O presidente da JPAI alerta que a camada juvenil continua a ser a mais afetada pelo desemprego em Cabo Verde. Fidel Cardoso de Pina fez essas declarações numa conferência de imprensa, realizada hoje no Mindelo, para assinalar o dia internacional da juventude, afirmando que os jovens estão mais expostos à pobreza e são os que mais sofrem com a exploração laboral.

Dia Internacional da Juventude: Presidente da JAPI considera que os jovens são os mais afetados pelo desemprego em Cabo Verde

O lider da juventude tambarina diz que os dados demostram que a juventude cabo-verdiana não tem grandes motivos para sorrir com a atual governação do MpD e de Ulisses Correia e Silva, salientando que mais de 32% dos jovens cabo-verdianos estão desempregados.

Mais de 77 mil jovens cabo-verdianos entre os 15 e os 35 anos são inativos, ou seja, que estão fora do sistema de ensino e sem emprego e, desses mais de 77 mil jovens, cerca de 71% não concluiu o ensino secundário”, refere.

O líder da JPAI critica o fato de 23 mil cabo-verdianos estão numa condição de subemprego, sendo que a maioria esmagadora são jovens e fala da não existência de política que estimula atividades produtivas no meio rural.

No mundo rural, o desemprego juvenil é também particularmente preocupante. Não há uma política de estímulo das atividades produtivas no meio rural, os jovens do meio rural não tem acesso a terra, que é um dos principais fatores de produção, como também o governo não conseguiu estabelecer um elo entre as atividades produtivas no meio rural e o mercado de consumo no sector turístico”, assegura.

Segundo Fidel de Pina, há um aumento preocupante de jovens formados, com licenciatura, que estão numa situação de desemprego prologando e o mercado de trabalho não consegue absorver a quantidade de jovens que são formados todos os anos.

No que diz respeito à habitação, Cardoso de Pina defende que em Cabo Verde conseguir uma casa própria é cada vez mais difícil e uma miragem para um jovem, mesmo entre aqueles que estão empregados.

O mesmo acredita que a situação económica da juventude cabo-verdiana é muito difícil e que está a ter um forte impacto a nível social, justificando que, as medidas anunciadas pelo Governo de combate aos problemas da juventude são insuficientes, ineficazes e não que levam em conta a dimensão estrutural dos problemas da juventude cabo-verdiana.

O contexto económico internacional pressionado pela guerra na europa e pelas tensões geopolíticas cria um cenário de grandes incertezas o que reduz consideravelmente a propensão ao risco por parte dos jovens empresários cabo-verdianos. O governo não se apercebe que depois da pandemia os jovens empresários cabo-verdianos estão sem margem para mais endividamento”, argumenta.

No entanto, o líder da JPAI conclui que os problemas que atingem os jovens atualmente em Cabo Verde são, em grande parte, consequência da insuficiência das políticas públicas sistematizadas para a juventude cabo-verdiana, por parte deste Governo gordo de Ulisses Correia e Silva.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project