SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Dia do Professor: Líder do SINDEP pede respeito para com a classe e um basta às reivindicações pendentes 23 Abril 2021

No dia comemorado como sendo o dia do professor cabo-verdiano, o novo presidente do Sindicato Nacional e Democrático dos Professores (SINDEP), Jorge Cardoso, pede, em conferência de imprensa, um “basta” às reivindicações pendentes e o respeito para com a classe dos professores, que considerou ser a mãe de todas as outras profissões.

Dia do Professor: Líder do SINDEP pede respeito para com  a classe e um basta às reivindicações pendentes

“Neste momento difícil em que os professores cabo-verdianos assistem a não resolução definitiva dos pendentes que remontam 2010 a 2015 para os aposentados relativamente aos subsídios pela não redução da carga horária e a sua inclusão no cálculo das pensões, as reclassificações de 2016 a esta data e entre outros, só temos a dizer um basta (com as pendências existentes) e o respeito para com essa nobre classe, mãe de todas as outras profissionais”, ressaltou o recém-eleito presidente do SINDEP.

Jorge Cardoso anunciou que o SINDEP pretende, brevemente, entregar ao novo titular da pasta da Educação um manifesto com as reivindicações dos professores e dar um ultimato para a resolução definitiva dos problemas que afetam a classe. Avisou que não serão poupados os esforços e determinação na luta para a dignificação desta classe “sofredora”.

A pensar nisso, o líder do SINDEP volta a alertar os professores pelo estranho silêncio do ministro da Educação que não concede encontro de diálogo com a Comissão Permanente deste sindicato nem tão pouco toma uma posição clara em relação aos compromissos unilateralmente assumidos quanto à publicação e ao pagamento dos pendentes com o Orçamento de 2016/17 e 2018.

“Tendo-nos pautado pela abertura e frontalidade, sempre privilegiámos o diálogo como forma de equacionar os problemas e construir consensos, o que nos leva a interpretar esse silêncio como falta de respeito para com a nossa organização”, faz questão de realçar Jorge Cardoso.

Acreditando no bom sendo, este responsável do Sindicato Nacional e Democrático dos Professores volta a insistir na necessidade de tão urgente quanto possível, lhe ter concedido o encontro solicitado e caso o problema não for resolvido, o SINDEP diz sentir-se obrigado a auscultar os professores que carecem de informações e serão tomadas as medidas que se impuserem.

O SINDEP, na qualidade do maior sindical nacional do sector que reúne no seu seio mais de 4 mil sócios, aproveitou o dia da classe para endereçar a todos os professores e em particular aos seus associados, «as mais calorosas saudações», desejando « a todos as melhores realizações pessoais e profissionais».

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project