OPINIÃO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Diferença do novo normal no Mundo e em Cabo Verde, com a pandemia do Covid 19 06 Dezembro 2020

Vangloriamos a toda hora de sermos os mais inteligentes da África e em certas situações demarcamos da África, mas quem anda, toda hora, com as mãos estendidas, somos nós, enquanto a África pula e avança, mesmo com os grandes problemas que os europeus, primeiro, depois os americanos, cubanos, soviéticos depois e, agora, os asiáticos, introduziram e continuam a introduzir no Continente, criando grandes dificuldades ao povo africano, obrigado a passar pela situação que passa.

Por:Efrem Soares

Diferença do novo normal no Mundo e em Cabo Verde, com a pandemia do Covid 19

Novo normal no mundo: Estado de emergência; Estado de calamidade; Lay off;Uso das máscaras obrigatórias, nos espaços públicos e nas vias publicas;Higienização das mãos e distanciamento; Os governos assumem a satisfação das necessidades básicas das famílias mais necessitadas; Correm atrás da descoberta da vacina da cura do covid 19; Dão novas diretrizes do novo normal, criem as condições para as pessoas adaptarem ao novo normal; Assumem as responsabilidades do novo normal, caso contrário são colocados para fora da governação, nas eleições da escolha de novos governantes.

Novo normal em Cabo Verde, que é anormalmente normal: Declara-se estado de emergência; Declara-se estado de calamidade; Pede-se ajuda internacional; Uso de máscaras obrigatórias nos espaços públicos e nas vias publicas; Higienização das mãos e distanciamento; Decreta-se lay off e não tem como o sustentar; Inicia-se a criar condições básicas para o combate à pandemia do covid 19, com aquisição de laboratórios de teste, por não existirem no país; Esperamos que os outros descobrem a vacina, para pedirmos, porque somos pobres; As pessoas são largadas ao Deus dará e pontualmente são distribuídas cestas básicas; No Parlamento cabo-verdiano, ao invés de se unirem para encontrar soluções, brigam entre si; Não assumem as suas responsabilidades e são reeleitos para governar; Nas cerimónias de empossamento, comemora-se, com pompa e circunstância, com pessoas selecionadas, colarinhos brancos e os seus, com comes e bebes, ao mais alto nível;Com a tomada de posse inicia-se o processo de choramingas de mãos estendidas e pedindo de joelhos para os turistas virem para Cabo Verde, porque aqui é o país mais seguro do mundo; O dinheiro de ajuda dos países amigos e dos emigrantes, está preste a esgotar ou está esgotado, o nosso dinheiro, que descontamos para a reforma, por mais de quarenta anos, está em vias de extinção; As receitas do fundo do turismo, que vinham dando um grande alento às ilhas, já devem estar esgotadas; Os nossos quadros licenciados, na área da medicina, que agora podiam estar a correr atrás de uma vacina ou cura, estão todos na política;
Engenheiros, médicos, doutorados e afins - ninguém preocupa com a parte científica dos ramos das profissões licenciadas;

Não descobrimos nada, não modificamos nada e não construímos tecnicamente e cientificamente nada! Somos os felizardos do planeta terra, estamos aqui de férias.

Vangloriamos a toda hora de sermos os mais inteligentes da África e em certas situações demarcamos da África, mas quem anda, toda hora, com as mãos estendidas, somos nós, enquanto a África pula e avança, mesmo com os grandes problemas que os europeus, primeiro, depois os americanos, cubanos, soviéticos depois e, agora, os asiáticos, introduziram e continuam a introduzir no Continente, criando grandes dificuldades ao povo africano, obrigado a passar pela situação que passa. Um bem-haja ao Continente África, que Deus o ilumine e ajude nesta luta contra a pandemia do covid 19 e a nós também, muita saúde a todos os cabo-verdianos e que este mal passe o mais rápido possível para podermos passar ao nosso normal, mas mais espertos.

Abraços Salense e da cabo-verdianidade!

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project