DESPORTO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Director do Desporto diz que a ilha do Sal está “muito à frente” no sistema desportivo nacional 24 Maio 2021

O director do Desporto afirmou, domingo, que a ilha do Sal está muito à frente no sistema desportivo nacional, ao mesmo tempo que desafia as mulheres à prática desportiva, defendendo também a formalização do desporto

Director do Desporto diz que a ilha do Sal está “muito à frente” no sistema desportivo nacional

José Eduardo dos Santos fez essas considerações no encerramento do 1º Fórum subordinado ao tema “Continuar o Desenvolvimento do Futebol no Sal”, que decorreu durante este fim-de-semana, num dos hotéis de Santa Maria, em parceria com a Federação Cabo-verdiana de Futebol.

“A ilha do Sal está muito à frente no sistema desportivo nacional e no futebol em particular. Trouxe um fórum tão actual que todas as associações vão querer realizar. E fiquei muito feliz de entrar nesta sala e ver a nata do futebol do Sal aqui presente”, frisou.

Considerando que o futebol feminino já se afirmou em Cabo Verde, José Eduardo dos Santos apreende, entretanto, a necessidade de identificar políticas adaptadas de modo a ultrapassar as barreiras a nível da prática do exercício físico e do desporto, já que são as mulheres, conforme acautelou, é que estão a tornar-se mais obesas.

Por outro lado, citando uma frase da coordenadora do futebol feminino da FCF, Tatiana Carvalho, que diz: “futebol é um jogo, antes mesmo de ser um produto, um desporto antes de ser um mercado, um espectáculo, antes de ser um negócio…O futebol é tudo isto, mas hoje o futebol é um negócio”, estribado neste comentário, José Eduardo dos Santos entende que se as pessoas não interiorizarem isto, dificilmente poder-se-á organizar-se, no sentido da formalização do desporto.

“Se não formalizarmos o desporto não conseguiremos nunca ter dados, e não tendo dados não conseguiremos vender o nosso produto… e o nosso produto é futebol”, despertou, incentivando a novos saltos, tomando como exemplo a ousadia do Clube Académico do Sal, que hoje detém um património, e “próximo da sustentabilidade”, conforme ilustrou.

Para José Eduardo dos Santos foi uma “grande oportunidade” participar neste fórum, onde todos sairão mais enriquecidos, conforme sublinhou.

“A Associação Regional do Futebol do Sal, além deste riquíssimo fórum, trouxe mais um valor acrescentado ao futebol, que foi a cooperação que estabeleceu com a Associação de Futebol de Ponta Delgada, dos Açores, com uma experiência bastante alargada, e que poderá ajudá-los nesta caminhada para a excelência”, enfatizou. Asemana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project