NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Djan Neguin lança single "KA BU SKECI TRADISON" 05 Fevereiro 2022

O artista cabo-verdiano Djan Neguin acaba de editor o seu novo single intitulado "Ka BU SKECI TRADISON", que faz parte de um E.P, chamado Autofagias. O albém vai ser apresentado no primeiro semestre deste ano, cujo pontapé de saída é o lançamento deste primeiro single.

Djan Neguin lança single

Este single, segundo o artista, aborda a temática da emigração, que é talvez das mais presentes produção artística cabo-verdiana, mas diferente da partida para um mundo ocidental capitalista, com uma viagem da ordem metafisica e extraterrestre.

"Aproveitei este gancho para introduzir a temática CVfuturista, que é um movimento artístico e estético que estou a lançar, que se propõe a criar narrativas e produções imaginativas do cabo-verdiano e a cabo-verdianidade numa logica futurista. Como seremos no futuro? Com esta questão, e através da arte, vou lançando este exercício que é substancialmente experimental, propositivo e da ordem da provocação de debates", mencionou.

Para além disso, "KA BU SKECI TRADISON" traz uma nova linguagem musical, novas sonoridades e temáticas diferentes que conforme Djam Neguin, tem mais apropriação da música como instrumento comunicacional.

O artista, que neste momento está a caminho de Portugal, não para necessariamente trabalhar neste álbum ( embora também o fará), irá participar no espetáculo Pantera, da coreógrafa Clara Andermatt como um dos intérpretes selecionados no casting, onde integrar um elenco de músicos e performes.

Tendo uma produção muito espraiada em várias artes e sendo um performer e criador, a música enquanto universo solista, é talvez dos menos férteis na vida desse jovem que considera que o sucesso muitas vezes depende de variantes, preferindo avaliá-lo mais por aquilo que o elevou enquanto criador e por aquilo que gostou de ter criado.

Apreciador de "boa música", esse artista diz não ter preferência pelo estilo de música.

"Gosto de boa música. A música é momento. Para mim, um afrobeat é tao maravilhoso quanto uma morna, tudo depende da ocasião, e claro de factores qualitativos, que são também variáveis, mas passam para mim pela verdade do artista", referiu.

Questionado sobre como tem lidado com a situação da covi-19 enquanto artista, Djan Neguim responde que está reinventando e criando novos propósitos com o intuito de buscar cada vez mais formas de colocar a arte como ferramenta política e de transformação individual.

"Penso que a pandemia me re-perspetivou e me trouxe novas estradas e novas inspirações e oportunidades, como a deste projeto. Em tempos de crise, se forjam outros mundos", concluiu Djan Neguin.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project