ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Dubai procura 100 mil programadores e codificadores 13 Julho 2021

Os Emirados Árabes Unidos concedem vistos de residência de longa duração, no âmbito do Programa Nacional de Codificação, lançado pelo Governo. O objetivo é atrair profissionais do setor, na perspetiva de diversificar a economia até esta dependente do uso de recursos fósseis.

Dubai procura 100 mil programadores e codificadores

O desafio dos Emirados Árabes Unidos, sexta maior potência petrolífera mundial, é fixar nos próximos cinco anos 1.000 grandes empresas, a serem envolvidas no processo de transformação digital da sua economia e dos sistemas governamentais.

Este plano lançado em colaboração com gigantes globais tecnológicas — Google, Microsoft, Amazon, Cisco, IBM, HPE, LinkedIn, Nvidia e Facebook — procura incrementar investimentos no país. A começar pelos financiamentos a ’startups’ (empresas inovadoras) em montantes entre 408 milhões e 1.089 milhões de dólares (até mil milhões CVE).

A união de países do sudeste da península Arábica pretende proximamente realizar pelo menos 10 eventos com profissionais da área da programação para encontrar "soluções inovadoras para 100 desafios" relacionados com a gestão governamental, economia, tecnologia, saúde e serviços.

Vistos gold. Desde 2019 que o país, formado por sete monarquias árabes soberanas, passou a atribuir vistos ’gold’ de cinco e 10 anos para investidores estrangeiros, empreendedores, diretores-executivos, cientistas e estudantes.

Fontes: ArabBusiness/

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade


  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project