OPINIÃO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

É uma grande imoralidade o Governo estar a esbanjar recursos em paródias, festivais, viagens desnecessárias, carros de luxo, etc 19 Junho 2018

O Governo precisa ter mais sensibilidade para com a nossa população rural. É uma grande imoralidade o Governo estar a esbanjar recursos em paródias, festivais, viagens desnecessárias, carros de luxo etc, enquanto temos uma grande parte da nossa insignificante população a comer o pão amassado pelo diabo. Penso que já é tempo de repensarmos a forma de governar Cabo Verde.

Por: *Alcindo Amado

É uma grande imoralidade o Governo estar a esbanjar recursos em paródias, festivais, viagens desnecessárias, carros de luxo, etc

Não faz sentido investir milhões de contos em infraestruturas hidraúlicas sem levar em conta o custo da manutenção. O desassoriamento de represas hidraúlicas (barragens) deve ser feito sempre que necessário, no sentido de manter a capacidade de armazenamento e reparar a tempo possíveis fissuras no leito das albufeiras. Noutras paragens, as barragens são esvaziadas periódicamente para manutenção. Em Cabo Verde temos a possibilidade de fazer a manutenção a menor custo se aproveitarmos o período das secas cíclicas.

Tenho vindo a conter, evitando fazer determinados comentários relativos ao desempenho do actual Governo em determinadas áreas,nomeadamente a gestão e ordenamento do mundo rural. Mais de 50% das actividades económicas geradoras de rendimento situam-se no mundo rural, onde vive grande parte da população que realmente trabalha para produzir. São pessoas que vivem por conta própria.

O Governo deve prestar mais e melhor atenção à população rural no sentido de manter o equilíbrio demográfico, evitar o êxodo forçado da população para os maiores centros urbanos, e o consequente despovoamento das nossas Ilhas de vocação agrícola. O Governo precisa ter mais sensibilidade para com a nossa população rural. É uma grande imoralidade o Governo estar a esbanjar recursos em paródias, festivais, viagens desnecessárias, carros de luxo etc, enquanto temos uma grande parte da nossa insignificante população a comer o pão amassado pelo diabo. Penso que já é tempo de repensarmos a forma de governar Cabo Verde.

Vou começar a publicar as minha habituais crónicas semanais. Estou apenas dando um tempo para que os governantes tomem a consciência da realidade, no sentido de reparar, e não cometer mais erros. Um fraternal abraço a todos.
— -
*Extraído da sua página de facebook

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project